Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Elano exalta Neymar e já o vê entre grandes da seleção

Meio-campista comparou seu companeiro de Santos a Ronaldo e Kaká: "Está no mesmo nível"

AE |

Apesar de ter apenas 19 anos e estar apenas começando a sua trajetória na seleção brasileira , Neymar já é visto por Elano como uma referência na equipe nacional. Nesta sexta-feira, um dia depois de se juntar aos outros comandados de Mano Menezes na Argentina para a disputa da Copa América, o meio-campista destacou a importância do atacante que é seu companheiro de clube no Santos .

"Acompanhei grandes jogadores da seleção, o Ronaldo foi o maior, tive a oportunidade de jogar com o Kaká e o Neymar está no nível desses jogadores todos. É um garoto de 19 anos, que acabou de conquistar uma Libertadores. Não que ele tenha conquistado sozinho, mas uma grande parcela foi por sua qualidade e personalidade", afirmou Elano, lembrando do fato de que na última quarta-feira o garoto foi decisivo para o título continental, assegurado após vitória por 2 a 1 sobre o Peñarol, no Pacaembu.

Elano opinou sobre o atual status de Neymar ao ser questionado se a revelação santista está no nível de craques consagrados na seleção, como Zico, Romário, Ronaldo e Ronaldinho Gaúcho. 

E o meio-campista comentou o fato de Neymar hoje ser cobiçado por muitos clubes, entre eles o poderoso Real Madrid, que estaria disposto a pagar uma fortuna para tirá-lo do Santos. Elano, porém, torce pela permanência do atacante na Vila Belmiro pelo menos até o Mundial de Clubes da Fifa, que será disputado no final do ano, no Japão. 

"Com 19 anos ele tem o poder de decidir se ele quer ir ou quer ficar, e eu estarei aqui para ajudá-lo. Lógico que, se pudesse escolher, eu deixaria ele do meu lado, mas ele tem liberdade para escolher", ressaltou. 

Confiança no bicampeonato
Campeão da Copa América sob o comando de Dunga na edição de 2007 da competição, Elano se mostrou confiante de que poderá conquistar o bicampeonato na Argentina, apesar de a seleção da casa jogar com o forte apoio de seus torcedores e contar com Messi, maior jogador do mundo na atualidade. 

"Estou vindo para a Copa América para tentar ser bicampeão... A Argentina faz tempo que não ganha e tem tudo para dar muito trabalho nesta Copa América", opinou o jogador, para depois lembrar que chega para a competição continental cheio de moral depois da conquista da Libertadores pelo Santos. 

"Toda vitória é sempre importante. Ainda mais uma de Libertadores. Ajuda no trabalho e no ambiente da seleção brasileira também. Chegamos totalmente motivados e tenho certeza de que vamos fazer uma grande Copa América", reforçou.

Leia tudo sobre: Seleção brasileirasantosneymarelano

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG