Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Elano diz achar que o companheiro Neymar já é melhor do que Messi

Santista também rechaça medo de se machucar em amistoso com seleção e ficar fora da final da Libertadores

Marcel Rizzo e Paulo Passos, enviados iG a Goiânia |

Elano é companheiro de Neymar no Santos e na seleção brasileira, por isso sabe bem o quanto joga o novo craque do futebol brasileiro. Mas a opinião do experiente meia, que completa 30 anos em 14 de junho, é polêmica: “Neymar é melhor do que Messi”.

Divulgação
Neymar e Elano se apresentaram juntos e fizeram trabalho em separado na quinta
“O Neymar é mais jovem (19 anos, contra 22 de Messi) e já faz coisas incríveis. Claro que precisa jogar na Europa, na seleção, mas acho que o Neymar é e vai ser mais jogador”, disse Elano. Os jornalistas, surpresos até, insistiram na pergunta e Elano aproveitou para brincar.

“O Neymar é melhor também porque é meu amigo, né. Brincadeira. Acho que o Neymar joga mais do que o Messi mesmo”, disse Elano, que defendeu Manchester City, da Inglaterra, e Galatasaray, da Turquia, mas não enfrentou Messi pelo Barcelona, apenas pela seleção brasileira. Eles estavam em campo, por exemplo, na decisão da Copa América de 2007, na Venezuela, quando o Brasil ganhou por 3 a 0. Neymar tinha 15 anos e ainda nem sonhava em chegar à seleção...

Sem medo de lesão
Elano não teme se machucar nos amistosos que o Brasil fará neste sábado, 16h10, contra a Holanda, em Goiânia, e no de terça-feira, 21h50, contra a Romênia, em São Paulo. Apesar de ter tido problema físico nas últimas semanas, disse que vai estar bem para os jogos pelo Brasil e para a decisão da Libertadores pelo Santos.

Os jogos contra o Peñarol, do Uruguai, serão dia 15 de junho (em Montevidéu) e 22 de junho (em São Paulo). Confirmada a convocação de ambos, ele e Neymar se apresentarão dia 23 à seleção na Argentina, para a Copa América, três dias depois do restante do elenco.

“O risco de se machucar acontece sempre. Eu estou realizado no futebol, mas quero ganhar os dois campeonatos, a Libertadores e a Copa América. Sou profissional e estarei bem nas duas competições”, disse.

Depois da “guerra” de Assunção, no empate com o Cerro Porteño que garantiu o Santos na decisão, Elano espera outra batalha no Uruguai. “É um time bom, de tradição, que marca muito e tem aquela garra uruguaia. Fácil claro que não vai ser. Mas estamos confiantes”, disse.

Leia tudo sobre: seleção brasileiraneymarelanomessisantosbarcelona

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG