Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Elano descarta crise com Muricy, mas diz que tentou corrigir time

Meia, que começou o jogo no banco de reservas, não criticou o treinador pela mudança tática

Samir Carvalho, enviado iG a Yokohama |

O meia Elano evitou polêmicas ao responder sobre a mudança tática do técnico Muricy Ramalho e consequentemente em relação a sua saída do time na decisão do Mundial de Clubes da Fifa, diante do Barcelona, da Espanha, neste domingo, em Yokohama. O camisa 8 disse que não ficou magoado com o treinador, mas revelou que tentou corrigir o posicionamento do time quando entrou na partida.

Leia mais: Barça dominou o jogo todo, diz Messi

“Isso faz parte, opção (alteração), é difícil você falar qualquer coisa, pois não sabemos como será a manchete no outro dia. Isso não afeta em nada nosso trabalho, temos que exaltar o ano. É um momento de tranquilidade”, afirmou Elano.



O camisa 8 foi vetado da equipe titular para a entrada de Léo, mas entrou na partida aos 30 minutos do primeiro tempo, após o ala-direito Danilo sentir uma lesão na coluna. Assim que entrou na partida, Elano teve uma conversa com os atletas para corrigir uma falha no posicionamento.

“Procuro fazer o melhor e estava vendo de fora, tentei dar uma posicionada ali. É muito difícil marcar um time como esse”, disse.

Elano não gostou quando foi substituído no início do segundo tempo na partida contra o Kashiwa Reysol, válida pela semifinal da competição. No entanto, o atleta não reclamou ao perder a posição para Léo na decisão.

“Independente de quem jogue, temos que exaltar o Barcelona, superior no futebol mundial, eles tem uma posse de bola impressionante. Essas coisas acontecem e estamos de acordo”, concluiu.

Leia tudo sobre: santosbarcelonamundial de clubesElano

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG