Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Eduardo Costa espera parar de fazer papel de palhaço para rivais

Volante revela um desconforto por ouvir piada dos torcedores. Segundo tempo contra o Fla serve de alento

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

A imagem deixada pelo time do Vasco nos três primeiros jogos do Campeonato Carioca causou estragos na estrutura do clube. Os jogadores recém chegados ao elenco se surpreenderam com a crise instalada e com a reação dos torcedores. Experiente, o volante Eduardo Costa espera que a atuação na derrota por 2 a 1 para o Flamengo, neste domingo, possa mudar a rotina de se sentir um palhaço.

"Se aplicação que a gente teve no jogo servir para não ficar fazendo papel de bobo e palhaço para os outros, foi bom. Mostramos amor próprio, apesar de o time não ter conseguido a vitória. O segundo tempo é um alento para os torcedores saberem que estamos tentando. Entramos nessa situação e agora temos que sair dela", comentou Eduardo Costa.

Ainda sem pontuar no Campeonato Carioca, o Vasco já está eliminado da Taça Guanabara, faltando três rodadas para terminar a fase de classificação da competição. Flamengo, Botafogo e Fluminense venceram todos os jogos que disputaram e os torcedores rivais têm sido cruéis com a situação.

"Nós estamos sendo motivo de chacota. No restaurante, no shopping, quando não é o nosso torcedor cobrando é o outro rindo de você. Depois um passo adiante com esse segundo tempo. Não lembro a última vez que perdi quatro jogos seguidos na minha carreira, mas é um esporte coletivo e a situação é difícil. Temos uma trajetória extremamente negativa, mas tem potencial", afirmou Eduardo Costa.

O próximo jogo do Vasco é com o Volta Redonda, quinta-feira, às 19h30, em São Januário. A preocupação é em manter a motivação dos jogadores para a partida. Por enquanto, o time tem a segunda pior campanha do campeonato e dois clubes serão rebaixados com soma dos dois turnos.

"Quando sofremos um gol, a equipe fica muito abatida e precisamos corrigir isso o mais rapidamente possível. Não temos tempo para lamentar. Estamos num clube com tradição enorme, então, devemos entrar para ganhar qualquer tipo de jogo", disse Eduardo Costa.

Leia tudo sobre: VascoCampeonato Carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG