Atleta é o único lateral direito de ofício no elenco e acha que sua amizade com Rivaldo o prejudica com Carpegiani

Ter atuado ao lado Rivaldo em três clubes diferentes e ainda ser amigo do meio-campista campeão mundial em 2002 com a seleção é motivo de orgulho para qualquer jogador, um currículo invejável e que pode abrir muitas portas. Mas não é bem assim que pensa Edson Ramos , lateral direito que chegou ao São Paulo no começo de 2011. Para o atleta, o fato de ter sido indicado por Rivaldo não o favorece dentro do time paulista.

Siga o iG São Paulo no Twitter e receba as informações do time do Morumbi

Em entrevista exclusiva ao iG , Edson, também conhecido como "Ratinho", disse que tem potencial para assumir a condição de titular do São Paulo, que tem o contestado Jean como preferido de Paulo César Carpegiani no setor. E quando Jean não pode atuar, o treinador improvisa os zagueiros Xandão ou Rhodolfo , fato que incomoda o único lateral de ofício do elenco.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

"Sei da minha capacidade, sei do meu potencial, mas é complicado quando estamos no elenco que a gente vê o treinador tomando uma decisão de improvisar um jogador e não aproveitar um cara da posição. Todo jogador tem sua auto-crítica. Nos treinamentos eu estou indo bem, tanto nos coletivos quanto nos técnicos ou táticos. Nos físicos sempre estou entre os melhores. Isso é complicado, sei que estou fazendo o trabalho bem feito e não tenho as oportunidades", disse Edson Ramos.

O lateral atuou com Rivaldo no AEK, da Grécia, no Bunyodkor, do Uzbequistão, e agora estão juntos no São Paulo. Edson vê a amizade com o experiente meio-campista como principal motivo do seu ostracismo.

"O que eu acho é porque vim por indicação do Rivaldo. Isso pesa um pouco na hora do treinador pensar em me usar. Só pode ser por isso. Treino bem, venho de um grande clube da Europa, disputando a melhor liga mundial, que é a espanhola, jogando contra Real Madrid , Barcelona , Sevilla , Valencia , e ai chegar aqui e não ser aproveitado é complicado", avaliou o jogador.

São-paulino declarado, Edson se diz injustiçado e ainda espera ser aproveitado. Ele não pensa em se transferir para outro time. "Tento ver as coisas com outros olhos. Sou são-paulino desde criança. O Carpegiani está sendo injusto comigo. Se ele não me dá uma oportunidade por causa do Rivaldo, ele está se equivocando sobre mim. Tudo bem, sou amigo do Rivaldo, mas nem por isso ele não pode me dar uma oportunidade", disse.

"Já apareceram algumas propostas. A gente procura não falar os clubes, mas foram dois da primeira divisão e três da segunda. Mas o que eu quero é ter a oportunidade de jogar no São Paulo, sei do meu potencial e sei que posso ajudar, dar conta do recado", completou o lateral direito.

Edson foi titular contra o Oeste, no Paulistão
Vipcomm
Edson foi titular contra o Oeste, no Paulistão
Edson estava no Mallorca antes de chegar ao clube do Morumbi, e tem contrato com os espanhois até 2015. Seu empréstimo no São Paulo vai até o fim do Campeonato Brasileiro. Quando foi contratado, teve a avaliação e aprovação da comissão técnica . "O Carpegiani deu o aval para minha contratação. Se ele falasse que não ia me utilizar, eu estaria lá na Espanha, estaria jogando e não estaria passando isso que estou passando aqui", revelou.

O jogador foi utilizado em apenas quatro partidas desde que chegou, no começo do ano. No Paulistão, Edson entrou no decorrer de três jogos e foi titular em apenas um, contra o Oeste, quando Carpegiani utilizou um time reserva. Nas duas primeiras rodadas do Brasileirão, o lateral não foi relacionado nem para o banco de reservas.

Nos treinos, ele atende pelo nome de "Rato", e até estranha quando alguém o chama pelo seu primeiro nome. "Quando eu era mais novo eu era muito pequeno, e ai o pessoal me colocou o apelido de Ratinho. O Rivaldo que me chama de Rato. Na minha camisa está Edson Ramos, mas 99% dos jogadores me chamam de Rato. Quando alguém me chama de Edson é até estranho para mim", finalizou Edson Ramos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.