Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Edno quer time do Botafogo atento nas rodadas finais

Ele e o jovem Alex formaram o ataque titular em treino visando o confronto contra o Internacional, neste domingo

Gazeta Esportiva |

Sem poder contar com os titulares Loco Abreu, servindo a seleção uruguaia, e Jobson, treinando a parte após indisciplina, o técnico Joel Santana trabalhou nesta quarta-feira com o ataque do Botafogo sendo formado por Edno e o jovem Alex visando o confronto contra o Internacional, neste domingo, no Engenhão, pelo Campeonato Brasileiro. Para Edno, o alvinegro deve pensar em fazer sua parte no que chama de 'decisões'.

"É um jogo difícil, complicado, onde nós temos que começar a mil por hora. Temos que fazer o dever de casa para voltar a passar o Atlético-PR, que está à nossa frente no número de vitórias", disse. O ex-corintiano fez questão de elogiar o jovem Alex, prata da casa que vem sendo testado por Joel Santana durante os treinamentos. Para o meia-atacante, seu companheiro tem tudo para se tornar um ídolo da torcida do Botafogo.

"Treinamos bem, temos a mesma característica, de virar e proteger bem a bola. Sempre falei que esse menino vai ser um grande jogador. É só ter uma chance que vai mostrar seu valor", declarou. O meia foi questionado sobre a possibilidade de Jobson voltar à equipe contra o Internacional. No entanto, Edno preferiu não se pronunciar e deixou em aberto a participação do jogador nesta partida.

"Particulamente eu gosto do Jobson, mas não falarei sobre o caso dele. Isso eu deixo para o presidente, direção e comissão técnica. Lamentamos o fato dele estar de fora neste momento de decisão. Todos os jogadores já passaram por situação semelhante em algum momento", comentou.

Sobre o futuro, Edno afirmou que não tomou qualquer decisão para onde vai atuar em 2011. O atacante está emprestado até o fim deste ano e tem contrato com o Corinthians. Ele falou que já tem propostas de outros clubes brasileiros e vai decidir isso mais para frente.

"Vamos ver, vamos analisar. Estou conversando com meu empresário, pois tenho algumas propostas. Não sei se fico no Corinthians, no Botafogo ou em outra equipe do Brasil", finalizou.

Leia tudo sobre: botafogocampeonato brasileiro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG