Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Edinho prêve um clássico pacífico contra o Corinthians

Volante elogia Emerson, diz que elenco está ansioso pela chegada de Abel e aposta num grande jogo

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

Ingredientes não faltam para que Fluminense e Corinthians façam no próximo domingo, às 16h, no Pacaembu, o clássico mais quente e esperado do Campeonato Brasileiro até o momento. Se não bastasse as duas equipes estarem brigando na parte de cima da tabela, o confronto marca ainda a estreia de Abel Braga no comando do atual campeão brasileiro e o reencontro de Emerson com o ex-clube.

Siga o iG Fluminense no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Apesar da polêmica entrevista do atacante à TV Globo, expondo os bastidores das Laranjeiras e problema de relacionamento com alguns jogadores, e de afirmar ao jornal Extra que daria até cambalhota se marcasse contra o Fluminense, Edinho espera um clássico normal e um reencontro pacífico com o ex-companheiro.

“É mais um jogo normal. Normal, não, mas um clássico que todo mundo gosta de jogar. Respeitamos o Emerson. Ele é excelente jogador, um cara de caráter, sou amigo dele, mas dentro de campo o bicho pega mesmo e cada um defende o seu lado”, explicou o volante.

Edinho não acredita que supostos problemas entre Emerson e alguns companheiros possa interferir no andamento do jogo. A única preocupação do volante é enfrentar o Corinthians no Pacaembu.

“O Emerson é um cara experiente para caramba. Nosso time também. Em campo, vamos nos preocupar somente em jogar bola e vencer. Nada vai acontecer. Jogar contra o Corinthians no Pacaembu é sempre difícil. O apoio do torcedor é diferente mesmo, o time é bom, mas é clássico. Está todo mundo louco para jogar esta partida”, disse.

“Entre para a Torcida Virtual do Fluminense e convide seus amigos”

Edinho é um dos quatro jogadores do elenco do Fluminense que já trabalhou com Abel Braga, e admite que os jogadores estão bastante ansiosos. Porem, o volante lembra que poucos perguntaram sobre a forma de trabalhar do novo comandante, que chega nesta terça-feira ao Brasil.

“Agora falta pouco, mas o grupo ainda está bastante ansioso. Apesar de poucos jogadores já terem trabalhado com o Abel, todo mundo o conhece. Os grandes treinadores são conhecidos. Todos sabem que ele cobra, como ele trabalha. É um grande treinador e tomara que seja vitorioso aqui como foi no Internacional e lá nos Emirados Árabes”, espera Edinho.
 

Leia tudo sobre: Brasileirão 2011FluminenseEdinho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG