Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Eder Luis completa 80 jogos, muda característica e vira intocável

Atacante tem média de gols inferior à do ano passado, mas assistência e velocidade viram trunfo em 2011

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

Fotocom
Éder Luis lidera comemoração após gol na final da Copa do Brasil
Quando chegou ao Vasco , em 2010, Eder Luis veio com status de salvador. Não que seus 70 quilos distribuídos em 1,69m fossem resolver os problemas do ataque cruzmaltino. Mas o jogador foi bastante útil. Em 27 partidas, marcou nove gols, ganhando fama de artilheiro. Em 2011, foi cobrado no começo do ano por não ter balançado tanto as redes. A dois meses do fim da temporada, ele completará 80 partidas nesta quinta-feira, contra o Atlético-PR , em Curitiba. Eder marcou a mesma quantidade do ano passado. Porém, em muito mais jogos: 52 – quase o dobro. Só que o vascaíno hoje percebe uma outra importância do camisa 7, a velocidade.

Vasco é o 2º colocado no Brasileiro. Veja a classificação

“Antes, diziam que eu não fazia tantos gols, né. Mas basta você olhar minhas assistências. Dou muito passe a participo das jogadas. Mudei minhas características, mas continuo sendo muito útil para o time”, discursa o atacante.

Diego Souza afirma que, assim como ele, Vasco caiu de rendimento

A maior evidência da dependência de Eder aconteceu nas finais da Copa do Brasil. O jogador sofreu um incômodo na coxa direita na partida de volta contra o Avaí, na Ressacada , pela semifinal. Substituído, iniciou tratamento ainda no vestiário. Sua presença gerou sessões intermináveis de discussão sobre a escalação ou não no primeiro jogo da final, no Rio , contra o Coritiba .

Eder até teria condições de entrar em campo, mas os médicos preferiram poupá-lo, temendo que ele fosse muito exigido e não suportasse a segunda partida. Depois de vencer em casa por 1 a 0 , o jogo no Couto Pereira seria na base do contra-ataque. Daí a insistência em preservá-lo no primeiro compromisso.
Na finalíssima, ele foi decisivo nas arrancadas.

Siga o iG Vasco no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Deu um passe para o gol de Alecsandro e marcou o seu, num chute de longe. Foi ali que o Vasco adquiriu em definitivo seus direitos econômicos. Eder estava cedido pelo Benfica e seu empréstimo estava perto do fim. O clube, embalado pelo título, acertou com os portugueses sua liberação.

Contra o Cruzeiro, já pelo Brasileiro, o atacante desfalcou a equipe, suspenso. Com três gols de Diego Souza , o Vasco derrotou o time mineiro por 3 a 0 . Antes, não houve assunto mais badalado do que o risco que o Vasco corria em jogar fora de casa sem o seu camisa 7. Modesto, Eder usou o episódio para exaltar a força do grupo vascaíno.

“Aqui não tem essa de depender do Eder, do Juninho, do Diego. Graças a Deus temos um grupo forte e conseguimos substituir à altura quem está fora. Prefiro quando o grupo tem peça de reposição”, analisa o atacante, com simplicidade.


Confira os números de Eder Luis jogando pelo Vasco

2010
Jogos (27) Gols (9) Vitórias (8) Empates (12) Derrotas (7)
2011
Jogos (52) Gols (9) Vitórias (24) Empates (17) Derrotas (11)

 Entre para a Torcida Virtual do Vasco e comente as atuações de Eder Luis

 

 

Leia tudo sobre: eder luisvascobrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG