Tamanho do texto

Atacante havia perdido um pênalti na partida contra o Werder Bremen quando foi substituído e não apertou a mão do técnico Steve McLaren

O atacante Edin Dzeko pediu desculpas ao técnico Steve McClaren para se recusar a apertar sua mão depois de ter sido substituído no empate por 0 a 0 do Wolfsburg com o Werder Bremen no sábado. "O que eu fiz não foi correto", escreveu o jogador no site oficial do clube alemão.

McClaren tirou Dzeko da partida depois que o atacante jogou mal e perdeu um pênalti. Com raiva, o atacante se recusou a apertar a mão do treinador na saída do campo. Dzeko também foi multado em 5 mil euros (R$ 11,2 mil), com o dinheiro sendo destinado para uma instituição de caridade.

O atacante disse que ficou "decepcionado" com seu desempenho e que o seu gesto "não teve nada a ver com o treinador". O Wolfsburg venceu apenas um de seus últimos nove jogos e McClaren está sob pressão.