Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Durval admite falta de habilidade e promete marcação no Mundial

Zagueiro, que virou titular na lateral-esquerda, avisa que dificilmente descerá para o ataque

Samir Carvalho, enviado iG a Nagoya |

O jogador Durval abandonará o papel de “xerife” da zaga do Santos no Mundial de Clubes da Fifa, no Japão, para atuar na lateral-esquerda. O técnico Muricy Ramalho aprovou o improviso e vetou o experiente Léo da equipe titular. Para exercer a nova função, Durval reconhece a falta de habilidade e não fugirá de sua principal característica – a marcação.

Leia mais: Santos faz treino em hotel com hóspedes e carpete vira gramado

“Minha característica é mais de marcação, só vou na boa, ele (Muricy Ramalho) deixou bem claro. Eu também deixo claro que só vou atacar se tiver espaço, minha função é dar mais proteção ao Edu (Dracena) e o Bruno (Rodrigo) para ficar mais fortalecido ali atrás”, afirmou Durval.

Confira ainda: Muricy, Ganso e Edu Dracena viram a classificação do Kashiwa no estádio

Apesar da ausência de habilidade, Durval acredita que o fato de ser canhoto favorece na improvisação.

Veja a tabela do Mundial de Clubes

“Eu sou canhoto, mas não sou habilidoso. Talvez tenha um pouco de habilidade, se tiver oportunidade de ir lá à frente, eu vou procurar fazer o melhor para ajudar meus companheiros”, disse.

No único treino-tático comandado por Muricy até o momento em Nagoya, no Japão, o treinador utilizou Durval na lateral-esquerda. Com isso, Bruno Rodrigo forma a dupla de zaga com Edu Dracena. Na posição de Adriano, cortado por causa de uma cirurgia no joelho, Elano foi escalado na vaga.

 


 

Leia tudo sobre: santosdurvalmundial de clubes

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG