Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Duque de Caxias luta na justiça para não cair para a Série C

De acordo com Domingos Moro, advogado do Duque, a diretoria do clube não sabia que o jogador já possuía um cartão amarelo quando foi apresentado

Gazeta Esportiva |

O Duque de Caxias corre o risco de perder mais quatro pontos na classificação do Campeonato Brasileiro da Série B. De acordo com a procuradoria do STJD, o volante Leandro Chaves, já havia levado o terceiro cartão amarelo e teria sido escalado de forma irregular no empate em 1 a 1, diante do ASA/AL, realizada no dia 26 de novembro.

A Segunda Comissão Disciplinar retirou da pauta desta terça-feira, 7 de dezembro, e o processo foi remarcado para esta quinta-feira, 9 de dezembro. Em juízo, a defesa do clube pretende alegar que o regulamento não prevê que um atleta mantenha os cartões amarelos recebidos ao trocar de equipe. Caso de Leandro, que jogava pelo Tigres/RJ e foi para o Duque de Caxias já com um cartão amarelo em seu histórico, segundo a CBF.

De acordo com Domingos Moro, advogado do Duque, a diretoria do clube não sabia que o jogador já possuía um cartão amarelo quando foi apresentado. Com este argumento, a defesa espera que o cartão anterior não seja contabilizado no histórico do jogador e o clube carioca permaneça na Série B.

Os problemas jurídicos podem acabar rebaixando o Duque de Caxias para a Série C. O Tricolor da Baixada responde ao artigo 214 (incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

O clube também já havia sido denunciado por outra infração da mesma natureza, e se considerado culpado, pode perder o ponto conquistado em campo e ainda mais três como punição pela escalação, além de multa que varia entre R$ 100 e R$ 100 mil.

Leia tudo sobre: duque de caxiassérie bsérie c

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG