Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Dupla Réver e Werley volta a jogar junta na defesa do Atlético-MG

No entanto o aproveitamento da equipe atleticana é maior quando Réver atua ao lado de Leonardo Silva

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

Flickr/Clube Atlético Mineiro
Réver e Werley voltam a forma a defesa do Atlético-MG depois de oito partidas
Com Leonardo Silva suspenso, o Atlético-MG vai ter uma antiga dupla de zaga diante do América-MG, neste sábado, na Arena do Jacaré. O zagueiro Werley foi o escolhido por Dorival Júnior para jogar ao lado do capitão Réver . Das 33 partidas de Réver pelo clube, Werley foi o companheiro na defesa em 24 delas. Juntos eles têm 11 vitórias, sete empates e seis derrotas.

O desempenho de 57% é superado pela atual dupla titular, formada por Réver e Leonardo Silva, que tem 70% de aproveitamento em oito partidas. Na comparação apenas nos jogos em 2011, a defesa atual também leva vantagem. A média de gols sofridos é bem menor do que a média da antiga dupla . Mas não são lembranças ruins que Réver carrega do tempo que jogou ao lado de Werley.

“A dupla Réver e Werley teve momentos bons, assim como teve momentos ruins. Tive também com o Leonardo. Espero que a gente possa estar voltando a fazer esta dupla e pegar o momento bom que a gente teve no Campeonato Brasileiro e em alguns jogos do Campeonato Mineiro”.

Apesar do bom momento da defesa do Atlético-MG nas últimas partidas, quando conseguiu ficar até dois jogos seguidos sem sofrer gols , Werley acredita que estava atuando bem. Para o zagueiro, sua saída da equipe titular foi apenas uma opção de Dorival Júnior. Preparado para jogar contra o América-MG, Werley quer mostrar que pode ser titular novamente.

“Vinha jogando bem, foi por opção que o Dorival colocou o Leonardo. Temos que aceitar, porque ele é o treinador e manda. A gente tem que trabalhar. Espero poder atuar bem e, quem sabe, me firmar de vez na zaga atleticana”.

Pendurado
Se Leonardo Silva está fora da partida conta de três cartões amarelos, o capitão Réver precisa ficar atento. Com dois cartões amarelos o zagueiro do Atlético-MG pode ficar fora da decisão, caso o time atleticano se classifique e ele seja amarelado. Apesar de jogar com a pressão para não ficar fora de nenhum possível clássico com o Cruzeiro, Réver garante que vai entrar em campo da mesma forma que entrou nos demais jogos.

“Eu fiz muitos jogos, acabei ficando fora por lesões, mas, se tiver de tomar cartão, vou tomar. Isso fazer parte do futebol. Claro que vou ficar chateado se a equipe do Atlético seguir na competição e eu não puder disputar a final. A gente corre esse risco. Se tiver de fazer uma falta e tomar cartão, terei de fazer. Ainda mais se for uma falta em que a equipe do América for fazer um gol. É muito imprevisível. Tudo pode acontecer, a gente tem de estar preparado e não podemos nos omitir agora”.

Leia tudo sobre: Atlético-MGCampeonato Mineiro 2011RéverWerley

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG