Técnico da seleção na última Copa do Mundo foi procurado pelo clube paulista, mas prefere trabalhar, por enquanto, longe do Brasil

Uma das primeiras opções do São Paulo para assumir o comando do time está praticamente descartada. O técnico Dunga foi procurado pelo clube paulista, mas está negociando com clubes europeus e não deve trabalhar no Brasil no momento. De acordo com seu empresário, o italiano Antonio Caliendo, o comandante da seleção brasileira na última Copa do Mundo segue em férias no Brasil e pretende acertar com um clube de fora em breve.

Dunga não vai trabalhar no São Paulo
Getty Images
Dunga não vai trabalhar no São Paulo
Siga o iG São Paulo no Twitter

"Estamos nesse momento conversando com times da Europa. Então temos que esperar", disse Caliendo com exclusividade à reportagem do iG , completando que uma pessoa representando o São Paulo o procurou, mas não citou o nome desse dirigente. "Sim, me procuraram, uma pessoa ligada ao clube. Não vamos conversar com ninguém do Brasil, porque estamos com uma situação na Europa", revelou.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

Desde que deixou a seleção brasileira em 2010, depois de cair nas quartas de final da Copa do Mundo, Dunga está sem trabalhar. No ano passado, quando Ricardo Gomes era o treinador do São Paulo e estava prestes a ser demitido, o nome de Dunga foi cogitado como possível novo comandante do clube, mas as informações não se confirmaram na ocasião.

Com a negativa de Dunga, o São Paulo continua atrás de um novo técnico. Paulo Autuori e Dorival Júnior eram os preferidos da diretoria, mas como têm multas rescisórias, ficaram distantes do Morumbi. Os nomes mais fortes nesse momento são os de Cuca, Adilson Batista, Celso Roth e Jorginho, da Portuguesa.

Rivaldo e Marlos, destaques do time no último jogo, já haviam aprovado a possível chegada de Dunga ao São Paulo. Mesmo dando as boas-vindas ao treinador, ambos exaltaram o trabalho ao interino Milton Cruz, que dirigirá a equipe mais uma vez no domingo, diante do Internacional, no Beira-Rio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.