Técnico de 47 anos teria investido este dinheiro numa época em que o clube pertencia a outro proprietário

Ex-técnico da seleção já entrou em contato com equipe de advogados britânicos
AE
Ex-técnico da seleção já entrou em contato com equipe de advogados britânicos
O ex-técnico da seleção brasileira Dunga ameaçou atacar na justiça o Queens Park Rangers, clube que voltou para a elite do campeonato inglês nesta temporada, para exigir o reembolso de um empréstimo de 750.000 libras (cerca de R$ 1,9 milhão) que teria concedido em 2006.

"Emprestei meu dinheiro ao Queens Park Rangers de boa fé quando necessitaram, e estou muito decepcionado com os novos proprietários, que são ricos, mas não quiseram me devolver essa quantia", afirmou Dunga numa nota divulgada à imprensa nesse domingo.

O técnico de 47 anos teria investido este dinheiro numa época em que o clube pertencia a outro proprietário e pede hoje o reembolso do empréstimo. Ele contratou o escritório de advocacia londrino Collyer Bristow para cuidar do caso e atacar o clube na justiça caso os atuais donos se recusem a devolver o dinheiro.

Entre os donos, destacam-se o influente Bernie Ecclestone, principal dirigente da Formula 1, e Flávio Briatore, o polêmico ex-diretor da escuderia Renault. "Aguardo uma resposta dos advogados do clube para saber se este empréstimo pode ser reembolsado sem precisar passar por uma ação na justiça", explicou na mesma nota Steven Heffer, do escritório Collyer Bristow.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.