Atacante, que recebe R$ 300 mil semanais, deve procurar novas propostas assim que seu vínculo com clube inglês terminar

AFP
Na fase final de sua carreira, Didier Drogba quer propostas melhores para seguir atuando
A história entre o atacante Didier Drogba e o Chelsea pode estar chegando ao fim. O marfinense de 33 anos, que tem contrato com o clube inglês somente até junho, fim da atual temporada europeia, rejeitou proposta de renovação por um ano. O atleta recebe, e continuaria recebendo, cerca de R$ 300 mil semanais, mas, de acordo com seu agente, a oferta não o agradou.

“Nós sabemos o que queremos, onde queremos ir e quais ofertas temos. O Milan propôs um empréstimo, mas eu disse não de cara”, afirmou Thierno Seydi, agente de Drogba, segundo o jornal “The Sun”. “Com a idade dele, Didier não tem nada mais a provar. Ele irá jogar onde lhe for oferecido mais dinheiro”.

Abre-se, assim, a possibilidade de Drogba atuar em algum time russo, do Oriente Médio ou mesmo dos Estados Unidos. De acordo com Seydi, o local não é o mais importante. “Você tem que ir para um clube que tenha certeza que será capaz de pagar suas contas”, disse o agente.

Já para o Chelsea, esta situação representaria ver uma de suas estrelas ir embora sem receber um centavo em troca. No time londrino desde a temporada 2004/05, Drogba marcou 146 gols em 316 partidas até aqui.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.