Capitão do time não esconde o desgaste físico do elenco, mas respeita decisão da comissão técnica

null

O zagueiro Edu Dracena deixou a partida contra o Flamengo pedindo folga para os jogadores do Santos no Campeonato Brasileiro. No empate por 1 a 1 diante dos cariocas neste domingo , no Engenhão, o capitão santista acredita que o cansaço dos atletas prejudicou o time na reta final da partida.

Veja a classificação e a tabela de jogos do Campeonato Brasileiro

“Você viu que o time deu uma caída no final do segundo tempo. Se o time tivesse em uma sequência legal de partidas não teria passado tanto sufoco assim. Vamos ver com a diretoria e comissão técnica o planejamento”, afirmou Dracena.

Recordista em número de jogos, Neymar ignora descanso no Campeonato Brasileiro

O zagueiro evita questionar a decisão do técnico Muricy Ramalho sobre um possível rodízio de jogadores durante a disputa do Brasileiro. Em dezembro, o Santos disputará o Mundial de Clubes da Fifa, no Japão.

“A partir do momento que você não corre risco dentro da competição, vamos pensar no Mundial. Por enquanto não podemos pensar, pois o Muricy está fazendo o planejamento, e nós acatamos as ordens”, disse o zagueiro.

O auxiliar-técnico do Santos, Tata, que comandou o time no lugar de Muricy Ramalho – vetado por causa de uma hérnia de disco – declarou que a comissão técnica estuda a possibilidade de não fazer o rodízio na competição.

“Nós estamos trabalhando jogo a jogo. Alguns jogadores vão ter folga lá na frente. Mas ninguém falou em poupar nada, vamos resolver com calma. Os times vão jogar só de domingo no último mês”, disse Tata.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.