Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Douglas e D'Alessandro: os camisas 10 que podem decidir o Gre-Nal

Gremista busca primeira vitória e gol em clássico, algo que o colorado já fez

Gabriel Cardoso e Hector Werlang, iG Porto Alegre |

AE
Renato Gaúcho define Douglas: craque
Grêmio e Internacional têm na camisa 10 as referências técnicas de seus times: Douglas e D'Alessandro, respectivamente. É aquela lógica... quando eles estão bem, os seus times atuam bem. Mas há diferença quando o assunto é Gre-Nal. O gremista ainda busca a primeira vitória e gol, algo que o colorado já conseguiu fazer. Mais de uma vez.

No Grêmio desde 2010, Douglas disputou três clássicos: dois empates e uma derrota. Foi campeão gaúcho daquele ano sobre o rival, mas teve a melhor atuação no do segundo turno do Brasileirão no empate em 2 a 2. Renato Gaúcho não mede palavras ao definir a importância do meia:

"Douglas é craque. E no meu time, craque só joga. Não marca".

D´Alessandro, constantemente elogiado pelo técnico gremista, tem forte ligação com o Gre-Nal. Foi no clássico, em agosto de 2008, pela Copa Sul-Americana, que vestiu a camisa do Inter pela primeira vez. A partir de então, o argentino virou protagonista em pelo menos cinco jogos contra o Grêmio.

São quatro vitórias, um empate e duas derrotas. Ainda em 2008, encontraria o rival pelo Brasileirão e sentiria o gosto de balançar a rede adversária pela primeira vez: fez o gol que abriu a goleada de 4 a 1. No Gauchão do ano seguinte seriam mais duas vitórias.

O primeiro foi pela fase classificatória, em Erechim, no norte gaúcho. O camisa 10 cobrou a falta que deu origem ao primeiro gol do 2 a 1. O outro clássico valia vaga nas semifinais do segundo turno. O Inter venceu, de virada, e eliminou o Grêmio. D´Alessandro começou a jogada que deu origem ao gol decisivo de Índio. Ainda em 2009 conheceria a primeira derrota para o Grêmio, no Brasileirão. Mas se recuperaria no jogo da volta, no Beira-Rio. D´Ale acertou um belo chute e o Inter fez 1 a 0 no clássico número 378.

No Gauchão de 2010 o Grêmio venceu o jogo de ida das finais por 2 a 0 e encaminhou o título. D´Alessandro pouco conseguiu fazer. Pelo Brasileirão ele voltou a interferir no resultado: Foi dele o segundo gol do Inter, que evitou a vitória do Grêmio no primeiro clássico de Renato Gaúcho como treinador: 2 a 2.

Vipcomm
D´Alessandro é o cara do Inter

Leia tudo sobre: grêmiointernacionaldouglasd'alessandro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG