Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Dorival reclama do árbitro, mas comemora vantagem do Atlético-MG

Treinador atleticano questiona decisão tomada por árbitro e auxiliar, no lance do segundo gol do IAPE-MA

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

Fazer uma segunda partida contra o IAPE-MG não era pensamento dos torcedores do Atlético-MG. A expectativa era que o clube alvinegro fosse até São Luis e voltasse de lá com a classificação garantida à segunda fase da Copa do Brasil. Mas, apesar da vitória, não foi isso que ocorreu.

O Atlético-MG venceu por 3 a 2, placar insuficiente para eliminar o jogo de volta. Se para muitos torcedores atleticanos o resultado pareceu um tropeço, o técnico Dorival Júnior se mostrou tranquilo e revelou que já esperava por uma partida bastante complicada.

“Passava na cabeça de muita gente a nossa classificação com um jogo, mas na nossa não. Sabíamos que o jogo seria complicado. Eles se preparam, o adversário foi valente. Reclamamos apenas da atitude da arbitragem. Além do bandeirinha levantar a bandeira, o árbitro apitou e paralisou a jogada. O Atlético não fazia um bom primeiro tempo e, talvez, até o IAPE-MA merecesse a vantagem, mas não daquela forma. Mas não temos de reclama, temos de melhorar”.

Se a vitória não significou muito para os torcedores do Atlético-MG, para Dorival Júnior foi importante. Além de decidir em casa, o Atlético-MG pode jogar pelo empate e até mesmo pela derrota, desde que seja por 1 a 0 ou 2 a 1.

“Nós viemos com o objetivo de fazer a melhor partida possível, não de eliminarmos a segunda partida. Isso aconteceria de maneira natural, caso tivéssemos merecimento”, disse Dorival Júnior, que na conquista da Copa do Brasil do ano passado, com o Santos, também não conseguiu eliminar o jogo de volta, contra o desconhecido Naviraiense-MS.

Embora o desejo de Dorival Júnior fosse não falar de arbitragem, praticamente em todas as respostas da coletiva pós-jogo o treinador tocou no assunto. Para finalizar, ele classificou como grosseiro o erro que originou o segundo gol do IAPE-MA.

“A jogada do segundo gol do IAPE-MA foi grotesca. O bandeira levanta a bandeira e árbitro apita, o que mais tem de acontecer para o lance seja paralisado?”

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG