Tamanho do texto

Magnata é apontado no país como uma pessoa que contribuiu generosamente com o desenvolvimento do futebol russo nos últimos anos

O magnata russo Roman Abramovich, dono do Chelsea, participará da organização da Copa do Mundo que a Rússia sediará pela primera vez em 2018, informou nesta sexta-feira seu porta-voz, John Mann. "Abramovich está disposto a estudar a possibilidade de participar dos preparativos do Mundial na Rússia", afirmou Mann à emissora de rádio "Eco de Moscou".

"Abramovich esteve presente nas apresentações da candidatura russa na África do Sul, Londres e Zurique", disse. Além disso, lembrou que o dono do Chelsea contribuiu generosamente com o desenvolvimento do futebol russo nos últimos anos ao pagar, por exemplo, o salário do técnico da Rússia, Guus Hiddink.