Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Dois dias depois, Avaí ainda não engole empate com o Grêmio

"Se o juiz não tivesse marcado pênalti, o Grêmio não teria conseguido a recuperação", diz Gustavo Bastos

Gazeta |

Após sete rodadas disputadas no Campeonato Brasileiro, o Avaí ainda não conseguiu nenhuma vitória. Na última partida, contra o Grêmio , no Olímpico, na última quarta, a equipe arrancou seu segundo ponto na competição e só não conseguiu a vitória por levar o gol de empate no minuto final da partida, resultando em um 2 a 2. Mesmo sem os três pontos, o atacante celeste William viu uma melhora significativa e comemorou a atuação.

"O brilho da equipe voltou novamente. Todo mundo estava marcando, bem aguerrido, bem focado dentro do jogo, ganhando todas as divididas. Acho que esse espírito tem que voltar porque os resultados são consequência desse espírito. Creio que agora a tendência é só crescer mais", disse o capitão da equipe.

Se olhar para a tabela não alegra nenhum dos jogadores do Avaí, já que a equipe está na vice-lanterna da competição, com 2 pontos ganhos, marcar o primeiro gol com a camisa avaiana pode servir de consolo. Gustavo Bastos conseguiu atingir o feito, mas lamenta o resultado, questionando uma penalidade marcada pelo árbitro.

"O primeiro gol sempre é importante, acho que acaba dando um pouco mais de moral para o jogador. Fico muito feliz por ter marcado esse gol com a camisa do Avaí, infelizmente queríamos ter saído com a vitória e não conseguimos por outros fatores. Acredito que, se o juiz não tivesse marcado aquele pênalti inexistente, o Grêmio não teria conseguido a recuperação", concluiu.

Para iniciar o caminho das vitórias no Campeonato Brasileiro, o Avaí recebe o Bahia, na Ressacada, às 19h30 da próxima quarta-feira, pela oitava rodada da competição.

Leia tudo sobre: brasileirão 2011avaígrêmio

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG