Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Discreto e fã de Lúcio, Anderson Martins vira intocável no Vasco

Zagueiro é avesso ao estereótipo do boleiro atual. Dispensa brinco, cordão, pulseira e roupas extravagantes

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

Anderson Martins está na contramão do jogador de futebol da era globalizada. Jeito polido, calado, fala mansa, o zagueiro do Vasco foge o estereótipo do boleiro. Dispensa cordões, pulseiras de ouro e relógios extravagantes. Não fosse titular de Ricardo Gomes, passaria despercebido por São Januário tamanha a discrição. Em campo, porém, surpreende pelo estilo seguro. 

Maurício Val / Fotocom.net
Anderson Martins marcou dois gols em 21 jogos pelo Vasco
Revelado pelo Vitória, chegou ao Vasco em 2011. Aos 23 anos e desconhecido, barrou o experiente Fernando. Este ano, perdeu a posição somente uma vez. Ricardo Gomes acabara de chegar ao clube e queria conhecer melhor o elenco. Mas o treinador logo percebeu que o zagueiro seria de sua inteira confiança. Nas divisões de base, Anderson atuou com David Luiz, hoje no Chelsea, da Inglaterra. O jogador se recorda bem desses momentos com companheiro hoje que hoje defende a Seleção Brasileira. 

“A gente ficava na concentração falando em um dia chegar à Seleção (Brasileira). Fico feliz pela vez por ter chegado”, diz o zagueiro. 

Seu ídolo é Lúcio, do Inter de Milan, da Itália. Os dois, aliás, têm perfil semelhante. Anderson copia o capitão do Brasil na Copa da África no que diz respeito ao jeitão sério. Ser espalhafatoso com a bola e na vida pessoal está fora dos seus planos. O zagueiro diz que quer vencer no futebol sem aparecer. Ou melhor, aparecendo apenas para o técnico e para a torcida. 

“Deixa como está. Não gosto de badalação. Do jeito que está, está bom. Meu compromisso é procurar ser o mais eficiente possível lá atrás”, avisa o zagueiro, que marcou dois gols em 21 partidas. E mais uma vez, ele cita o defensor do time italiano para justificar seu temperamento. “Qual o jogador que atua na defesa que não tem o Lúcio como espelho? Um cara que ganhou tudo por onde passou no futebol mundial. É um belo exemplo a ser seguido”.

Leia tudo sobre: vascoanderson Martins

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG