Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Discípulo de Higuita, Henao lembra título e minimiza problemas

Goleiro do Once Caldas foi campeão da Libertadores de 2004 e depois defendeu o Santos, rival desta quarta-feira, no Pacamebu

Gazeta |

Discípulo do folclórico Renê Higuita, o goleiro Juan Carlos Henao foi o herói do título mais importante da história do Once Caldas. Decisivo na cobrança de pênaltis diante do Boca Juniors na final da Copa Libertadores de 2004, ele atualmente vive um papel de coadjuvante na equipe colombiana. Na véspera de reencontrar o Santos , clube que defendeu em 2005, o atleta de 39 anos lembra a conquista surpreendente e minimiza o atraso salarial.

"Já são vários meses de atraso, mas mesmo assim o time está motivado. Não é por acaso que lideramos o Campeonato Colombiano e estamos nesta fase da Copa Libertadores", afirmou Henao após o treino realizado pelos colombianos na manhã desta terça-feira, na Academia de Futebol do Palmeiras. Derrotado por 1 a 0 em Manizales, o Once Caldas tenta reverter a vantagem do Santos a partir das 22 horas (de Brasília), no Pacaembu.

Em 1984, o Nacional de Medellin foi o primeiro time colombiano a conquistar a Copa Libertadores. Na final, a equipe perdeu por 2 a 0 do Olímpia em Assunção, devolveu o placar em Bogotá e contou com Renê Higuita para vencer nos pênaltis por 5 a 4. Na ocasião, além de defender, ele chegou a converter uma cobrança e marcou um de seus 41 gols - é superado apenas por José Luis Chilavert (62) e Rogério Ceni (101). Adepto do mesmo estilo do ex-goleiro, Henao chegou a jogar como centroavante no início da carreira.

Apesar da idade avançada, ele ainda não pensa em se aposentar e procura conversar com os companheiros sobre o título continental de 2004, quando o Once Caldas derrubou Santos e São Paulo, além do Boca Juniors. Ainda que seja reserva, Henao é importante para o time, garante o técnico Juan Carlos Osório. "É um jogador com muita experiência, um grande profissional. Nas vezes que entrou em campo, foi muito bem. Ele dá experiência para a nossa defesa, porque é um time muito jovem", disse.

GOLEIRO E CENTROAVANTE
Tive a possibilidade de jogar como centroavante também, de combinar as duas posições no começo da carreira. Isso me ajudou a aprender a jogar como goleiro-líbero, um estilo comum na Colômbia. Por isso, não tenho dificuldades para atuar neste estilo de jogo. Mas no final me decidi pelo gol.

RENÊ HIGUITA
Ele foi uma referência para mim quando estava começando. O estilo de jogo era muito parecido, somos da mesma cidade (Medellin) e sempre gostei dele. Já marquei gol de pênalti em um torneio na Colômbia decidido nas penalidades em caso de empate, mas nunca me atrevi a bater faltas. Isso foi o único que não copiei do Renê. O estilo de jogo, sempre pratiquei em todos os times que defendi. Por isso, nos comparavam.

ROGÉRIO CENI
É um goleiro diferente, assim como o Chilavert. Eles se atreveram sempre, tiveram personalidade para cobrar faltas e batem muito bem na bola. Por isso, marcaram tantos gols.

LIBERTADORES 2004
Sempre falei do nosso título anterior com os outros jogadores do elenco, desde que começamos nossa participação nesta Copa Libertadores. Até agora, as coisas estão indo bem. Em casa, não conseguimos os resultados que queríamos, mas como visitante fizemos boas partidas e avançamos. Espero que amanhã tenhamos essa possibilidade.

SANTOS EM 2005
O sistema de jogo que eu estava acostumado a jogar na Colômbia era muito diferente e passei muito tempo lesionado. Mas estive muito tranquilo e contente aqui, sempre me trataram bem e deixei alguns amigos.

SALÁRIOS ATRASADOS
Já são vários meses, mas estamos tranquilos. A diretoria conversou conosco e esperamos que isso seja acertado na próxima semana. Mesmo assim, a equipe está motivada, treinou muito bem. Não é por acaso que somos líderes do Campeonato Colombiano e chegamos nesta fase da Copa Libertadores. A ideia é que tudo seja acertado nos próximos dias e volte à normalidade.

ESPIÕES
O Wason (Renteria) também jogou aqui (no Internacional-RS e no Atlético-MG) e já conversamos muito. O Santos de agora é um time muito diferente, com jogadores novos. O único que ficou da minha época foi o Léo. Joguei mais tempo com ele do que com o Elano. É um time jovem, que joga um bom futebol. Nosso técnico já conhece bem o Santos. Além do jogo em Manizales, ele estudou as partidas anteriores.

JOGO DE QUARTA-FEIRA
Estamos muito motivados e otimistas. É claro que vamos enfrentar uma grande equipe, mas esperamos que tudo saia bem. Contra o Cruzeiro, também pensávamos que seria difícil e conseguimos o resultado que precisávamos. Esperamos que amanhã tenhamos a possibilidade de repetir isso.

SANTOS CAMPEÃO PAULISTA
Aqui no Brasil, a cultura é festejar o que se ganha. Mas quando chegam no treinamento e nas partidas, os jogadores trabalham a 100%. Não podemos ficar com confiança excessiva. Sabemos que eles querem continuar na Copa Libertadores, chegar na final. Independente do que tenham conseguido e da festa que fizeram, sabemos que vão jogar tudo na quarta-feira.

ADVERSÁRIO CANSADO
Acho que podemos tirar proveito disso. Temos um grupo descansado, que vem pensando mais na Copa Libertadores. Tomara que isso nos ajude amanhã. Fizemos uma viagem um pouco extenuante, mas o time está descansado e os que tiverem a chance de jogar estarão recuperados. Esperamos que isso nos sirva.

NEYMAR
O técnico já vem falando disso. Eles têm jogadores muito habilidosos, muito difíceis de marcar, mas vamos tomar as medidas necessárias e tomara que consigamos controlá-los.

FUTURO
Estou muito tranquilo, me sinto bem. Já provei isso nos treinamentos e nas partidas. Vamos até onde Deus quiser. Mas acho que ainda tem Henao para muito tempo.

FORÇAS ARMADAS REVOLUCIONÁRIAS DA COLÔMBIA (FARC)
Isso já está muito controlado. A guerrilha nunca esteve nas cidades. Só no campo. A Colômbia é um país muito tranquilo, que melhorou muito na questão de violência e de atentados. É um país lindo para visitar e para viver. Espero que em muito pouco tempo consigamos viver em paz e tranquilos.

Leia tudo sobre: HenaoOnce CaldasSantosLibertadores 2011Futebol Mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG