Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Dirigente vê falta de comprometimento e teme por futuro de Adriano

Presidente em exercício diz que atacante precisa colaborar se quiser renovar com o Corinthians

Bruno Winckler, iG São Paulo |

AE
Adriano precisa se esforçar mais, diz presidente
Após mais uma falta de Adriano ao treino do Corinthians , o presidente em exercício do clube, Roberto de Andrade, não poupou o atacante de críticas. Para Andrade, o jogador dá indícios de que não tem vontade de renovar seu contrato - que acaba em julho - e que para a situação se reverter, ele precisará mostrar em campo que valerá o esforço do clube em buscar uma renovação.

Leia também: Tite poupa Liedson. Adriano, faltoso, dá chance para Elton estrear

"Não digo que seja uma demonstração (de falta de vontade), mas é um indício de não querer (renovar). O Campeonato Paulista vai começar sábado (o Corinthians estreia contra o Mirassol) e a gente precisa analisar o jogador e o atleta dentro de campo. E é lógico que essa falta (ao treino) é um indício de que ele não está com muita vontade de trabalhar conosco", disse Andrade em entrevista coletiva.

O presidente em exercício, que deixará o cargo após as eleições de fevereiro, disse que ainda não se pode pensar em renovação de contrato com Adriano, mas que a prolongação do vínculo entre o clube e o jogador passa exclusivamente pelo desempenho do "Imperador" nos seis meses até o contrato expirar.

"O contrato vai até o fim de julho e o fator determinante para renovar é o próprio Adriano querer. Não sou eu hoje nem em julho que vou decidir. É ele que vai ter de mostrar de hoje até o fim do contrato se vai valer a pena renová-lo ou não", disse Andrade.

Nesta terça-feira, Adriano alegou que não conseguiu deixar o Rio de Janeiro a tempo para participar do treino. Ele teria ido para sua cidade natal para o aniversário da sua mãe. "O que foi fazer não importa. Mas ele tem horários para cumprir como todos aqui. A vida pessoal cada um tem e o clube não pode interferir, mas hoje falta de comprometimento ao trabalho, sem dúvida", completou Andrade.

Leia tudo sobre: corinthiansadriano

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG