Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Dirigente reclama de desempenho do Atlético-GO e técnico balança

Após derrota e eliminação da Copa do Brasil, equipe terá de se voltar ao Estadual, que lidera isolado

Gazeta Esportiva |

A derrota por 3 a 1 para o Coritiba na última quarta-feira fez com que o Atlético-GO fosse eliminado na segunda fase da Copa do Brasil. O resultado negativo fez com que o diretor de futebol do clube, Adson Batista, afirmasse: é o momento de se avaliar a situação do time.

"Nós vamos avaliar tudo com equilíbrio para que a gente consiga fazer um Atlético-GO melhor, porque hoje realmente foi uma situação ruim. Temos que pensar sempre no melhor para o clube", ponderou o dirigente à Rádio 730.

Para Adson, inclusive o técnico René Simões, que participou da campanha que livrou o Atlético-GO do rebaixamento no Campeonato Brasileiro da Série A, em 2010, corre risco. "Ele (René) faz um trabalho bom, temos um grande agradecimento. Agora, futebol tem esses momentos difíceis e temos que analisar e discutir com frieza com os membros da diretoria, porque o time está bem abaixo do esperado", analisou.

Apesar da pressão, o atual treinador mantém a tranqüilidade. "Todo treinador quando entra, já está saindo. No Brasil sempre foi assim e nunca vai ser diferente. Eu gosto do elenco que tenho, ele será reforçado, mas é um bom elenco. Eu continuo trabalhando, não sei porque tanto comentário em torno disso", minimizou.

Fora da Copa do Brasil, o Atlético-GO foca suas atenções no Campeonato Goiano. Líder isolado com 36 pontos, o time fará, nesta segunda, duelo contra a Anapolina, quarta colocada no Estadual, com 28.

Leia tudo sobre: campeonato goiano 2011atletico-go

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG