Após ter se envolvido em um acidente de carro que matou três pessoas, atacante não faz mais parte dos planos do time catarinense

O atacante Dudu não faz mais parte dos planos do Figueirense para a sequência do Campeonato Brasileiro. O jogador treinou pela primeira vez na última terça-feira após ter se envolvido em um acidente de carro que matou três pessoas.

Apesar de ter treinado no centro de treinamento do clube, o gerente de futebol do Figueirense, Chico Lins, afirmou que o time não pretende mais contar com o atacante no restante da temporada. A definição oficial sobre o futuro do atleta deverá ser divulgada nos próximos dias.

"A situação do Dudu em relação ao Figueirense não mudou. Nesse momento, ele não faz parte dos planos da comissão técnica e vamos encontrar uma saída para que ele possa jogar e seguir sua carreira", afirmou o dirigente.

Além disso, o dirigente negou que o meia Fernandes tenha recebido uma proposta do futebol árabe. Chico Lins ainda negou que o clube dificultaria a saída do jogador caso uma proposta oficial chegasse ao clube.

"Se o Fernandes quiser sair do Figueirense, o clube não vai impedir que ele vá, em respeito ao que ele representa. Se vier uma proposta para o Fernandes do Japão, da Europa ou da China, o Figueirense não colocaria nenhum tipo de obstáculo", completou Lins.

O time catarinense segue treinando normalmente para enfrentar o Grêmio, no próximo domingo, no Orlando Scarpelli. O Figueira está em oitavo lugar no campeonato, com 14 pontos ganhos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.