Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Dirigente asiático pede para Bin Hammam renunciar

Peter Velappan, secretário-geral da AFC entre 1978 e 2007, propôs saída coletiva dos membros do Comitê Executivo da Fifa

AE |

selo

Um dos principais dirigentes do futebol asiático pediu nesta terça-feira para Mohamed bin Hammam renunciar ao cargo de presidente da AFC (Confederação Asiática de Futebol) após ser acusado de comprar votos para a eleição presidencial da Fifa. Peter Velappan foi secretário-geral da entidade entre 1978 e 2007 e propôs também a saída coletiva dos membros do Comitê Executivo da Fifa.

"Sugiro, pelo interesse da Fifa e do futebol mundial, a renuncia do Comitê Executivo da Fifa para abrir um novo capítulo para o futebol. Pelas mesmas razões, pelo futuro do futuro do futebol asiático, Hammam deveria renunciar", disse Valappan.

Bin Hammam e Jack Warner, vice-presidente da Fifa, foram suspensos no mês passado por conta de acusações de suborno durante a campanha do catariano para se tornar presidente da entidade. A renúncia de Warner, ocorrida na segunda-feira, encerrou a investigação sobre ele no comitê de ética da entidade.

Leia tudo sobre: fifacorrupçãofutebol mundialbin hammam

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG