Dirigentes conseguiram fechar um patrocínio e antecipar parte da cota televisiva para suprir atraso

A diretoria do Once Caldas conseguiu fechar um patrocínio e antecipar a cota televisiva para acertar uma parte da divida com os jogadores e comissão técnica do clube . Os atletas, que estavam sem salário há quase quatro meses, receberam três meses de ordenado (janeiro, fevereiro e março). Já o mês de abril e maio deverá ser pago no início de junho.

Os dirigentes colombianos arrecadaram cerca de 470 milhões de pesos colombianos (R$ 423 mil) referente às cotas de televisão. No entanto, o valor total da verba chega a R$ 1 milhão, já que o Once Caldas conseguiu o restante com uma fabricante de bebidas alcoólicas que patrocinará a equipe.

A dividida total do clube chega a US$ 4,5 milhões (R$ 7,2 milhões). Para jogadores e comissão técnica, o clube devia US$ 1,3 milhão (R$ 2 milhões). A situação do treinador Juan Carlos Osório era mais delicada, já que o técnico não recebe do clube há seis meses.

O experiente meia Valentierra e o atacante Renteria estão negociando com a diretoria do clube a situação dos salários atrasados. Valentierra, inclusive, já havia antecipado que parte do salário poderia ser pago até a próxima sexta-feira.

“Conversamos e pode acertar um patrocínio, o dinheiro está chegando. Estamos resolvendo, agora interessa somente seguir bem na Libertadores. Estamos motivados e contentes, o dinheiro chegará em seu momento. Vamos jogar sem nenhum momento, a grande motivação vai ser jogar contra uma grande equipe da América do Sul e a vitória seria uma grande recompensa”, disse o jogador.

Os atletas ameaçaram não entrar em campo na próxima quarta-feira , no Pacaembu, pelo jogo de volta das quartas de final da Libertadores, caso o salário não fosse pago.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.