João Paulo de Jesus Lopes também valoriza a aposta do tival paulista na base

O Santos conquistou a Copa Libertadores pela terceira vez e igualou-se ao São Paulo como clube brasileiro que mais vezes subiu ao degrau mais alto do continente. Mas o Tricolor não lamenta o empate: para o vice-presidente de futebol do clube, João Paulo de Jesus Lopes, a conquista do time praiano incentiva a equipe do Morumbi a brigar por títulos.

"O Santos fez uma excelente campanha, tem um treinador muito querido por nós, que é o Muricy Ramalho. Eles alcançaram o São Paulo em número de títulos, mas isso só nos incentiva a ganhar mais para que possamos passá-los novamente", declarou o dirigente.

Jesus Lopes ainda disse que vê semelhanças entre as políticas adotadas pelas duas diretorias. Afinal, repetir o sucesso de Neymar, Ganso e companhia é o grande objetivo do São Paulo a partir desta temporada, já que o time principal está tomado por atletas revelados nas categorias de base.

"O título deles valoriza essa política que nós também estamos adotando, valorizando jogadores que vêm das categorias de base, formados em casa", acrescentou.

A última vez que o Tricolor conquistou a América foi em 2005, sob comando de Paulo Autuori. De lá para cá, sempre foi eliminado por times brasileiros: Internacional, em 2006; Grêmio, em 2007; Fluminense, em 2008; Cruzeiro, em 2009; e Internacional novamente, em 2010. Curiosamente, o atual técnico santista, Muricy Ramalho, estava à frente do clube em quatro dos cinco fracassos. Ano passado, Ricardo Gomes era o chefe.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.