Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Diretor do São Paulo responde Andrés Sanchez com provocação

¿Não seria indelicado de dizer que o Andrés é a cara do Corinthians¿, disse João Paulo de Jesus Lopes

Levi Guimarães, iG São Paulo |

O primeiro dia de trabalho do ano no São Paulo já foi de troca de “cutucadas” com o rival Corinthians. Questionado sobre a indireta do presidente corintiano de que o clube do Morumbi seria mais um candidato a contratar o meia Ronaldinho Gaúcho, o diretor de futebol do São Paulo saiu-se com uma nova pérola para o histórico de provocações entre as duas diretorias.

“O Andrés falou que o São Paulo estava atrás [do Ronaldinho Gaúcho], falou que tínhamos contratado o Dorival [Júnior, quando o treinador deixou o Santos], falou que o Beckham tinha a cara do São Paulo. E nisso eu até concordo, é um grande jogador e tem a cara do São Paulo. Mas eu não seria indelicado com a torcida do Corinthians e não diria que o Andrés é a cara do Corinthians”, afirmou.

Nos últimos dias de 2010, outro cartola são-paulino, o diretor de marketing Júlio Casares também fez diversas provocações aos corintianos pelo Twitter. Em posts no microblog, Casares questionava se os torcedores da equipe do Parque São Jorge haviam ganhado de natal camisetas brancas. “Aquelas ‘sem ter nada’”, dizia em referência à falta de títulos para o rival no ano de seu centenário.

Leia tudo sobre: são paulofutebolcorinthians

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG