Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Diretor do Real Madrid rechaça possível punição da Uefa

O que acontece no Real Madrid ocorre em outras equipes e eles não são tão rígidos, reclamou Jorge Valdano

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859869027&_c_=MiGComponente_C

Às vésperas do clássico com o Barcelona, na próxima segunda-feira, o diretor geral do Real Madrid, Jorge Valdano, condenou a possibilidade da equipe ser punida pela Uefa (União das Federações Europeias de Futebol) por forçar cartões amarelos e vermelhos durante a partida contra o Ajax no meio de semana. Para ele, é uma medida bastante comum e o time merengue não deveria ser punido.

Em entrevista à rádio espanhola "Cadena SER", o dirigente madridista reclamou da repercussão do caso a ser julgado pela entidade europeia do futebol, vendo como injusta uma possível sanção ao time.

"Há muitos incidentes parecidos na própria Champions e não foram advertidos. Juninho (então no Lyon) só sofreu a multa. Ibrahimovic e Samuel, quando na Inter, fizeram algo parecido. O que acontece no Real Madrid ocorre em outras equipes e eles não são tão rígidos", analisou.

Valdano ainda afirmou ter bom relacionamento com o técnico da equipe, e que entende o anti-madridismo gerado pelas presenças de José Mourinho e Cristiano Ronaldo na equipe.

"Não se pode mudar a personalidade de alguém sem que perca a sua naturalidade. Falavam o mesmo de Hugo Sánchez e hoje ninguém o odeia. Cristiano é leal e competitivo, e entende a profissão de uma forma franciscana. Já Mourinho tem duas personalidades: a das entrevistas, mais agressiva, e a privada, mais educada", contou.

O cartola da equipe merengue ainda falou sobre o brasileiro Kaká, que deverá retornar à equipe em breve. No entanto, apesar de demonstrar confiança no meia, ele não garantiu espaço dentro do time titular.

"Kaká ficará bem mentalmente quando estiver em boa forma física. Ele está no Brasil estudando sua lesão e os indícios são muito bons. Em um nível muscular ele é outro jogador de seis meses atrás. Em um mês voltará aos treinamentos com seus companheiros e só resta saber quando voltará a ser o Kaká", contou.

Veja a sequência de fotos das expulsões de Ajax 0 x 4 Real Madrid:

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG