Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Diretor do Palmeiras master, Leivinha promete Marcos como reforço

Outros ídolos palestrinos, com os lendários Ademir da Guia e Dudu, já fazem parte da equipe

iG São Paulo |

O goleiro Marcos anunciou o fim da carreira profissional em janeiro, mas pode voltar aos gramados com o uniforme do Palmeiras em breve. Diretor do master oficial do clube em que também fez história, Leivinha promete convidar o "Santo" para eventuais aparições em estádios do interior do Brasil ao lado de outros ídolos alviverdes, como os incansáveis Ademir da Guia e Dudu. O ex-meia acredita que o eterno camisa 12 não recusará o chamado ao retornar das férias.

GERENTE: Sampaio destaca atenção à base e às contratações no Palmeiras

Divulgação
Palmeiras masters perfilado antes de jogar
"Deixe ele primeiramente cair na realidade. É um cara bacana, que tem amizade com todo o mundo, eu mesmo fiz tratamento no joelho com ele por um tempo, e não tenha dúvida de que vamos chamá-lo, com calma, para ele brincar quando quiser. Tenho certeza de que não em todos os jogos, mas ele virá, sim", diz o ex-jogador, que, assim como César Maluco, acompanha os colegas em todas as viagens, porém fica à beira do campo por conta de limitações físicas. "Somos treinadores em termos, porque não podemos jogar. Somos diretores desse time, desde 2009 fazemos parte dos esportes não profissionais do Palmeiras".

MERCADO: Sampaio espera acertar com Wesley até sexta e nega negócio com Nilmar

De um grupo de cerca de 30, são escolhidos 20 ex-atletas de três gerações distintas para cada amistoso, com mudanças que levam em conta, por exemplo, o local em que moram - os parceiros Ademir e Dudu, no entanto, são exigidos em todas as partidas, do mesmo modo que os dois diretores-técnicos. A idade combinada com o adversário também costuma variar: acima de 40 ou 45 anos. No caso específico de Marcos, a completar 39 em agosto, a exceção não seria problema, pois ele é o mais recente ídolo palmeirense e passará a ser igualmente requisitado pelos contratantes, imagina Leivinha: "Todos vão querê-lo, é natural, porque o torcedor, até pouco tempo atrás, estava vibrando com ele no gol".

DESFALQUE: Com exames marcados no Palmeiras, Luan reclama das dores no pé

No primeiro jogo de 2012, realizado em Pindorama - cidade localizada a 375 km da capital paulista -, Zé Luiz (53) e Luiz Sérgio (51) foram os responsáveis por defender a meta diante de um combinado local. Desconhecidos da maior parte da torcida, ambos passaram pelas divisões inferiores do clube, com poucas chances nas equipes de cima, entre as décadas de 1970 e 1980. A exemplo de outros veteranos, provam para Marcos que é possível brincar eventualmente debaixo das traves depois da aposentadoria, mesmo que ele tenha parado em virtude de dores.

LATERAL ARTILHEIRO: Artur elogia Assunção e segue prometendo 10 gols pelo Palmeiras

AE
Marcos e Ademir da Guia podem jogar juntos
"Como profissional, o goleiro treina mais do que todos os outros, é o mais exigido. Mas aqui é diferente de quando se joga para valer. A gente não precisa treinar todos os dias, nós só jogamos, é uma apresentação, e completamente diferente", argumenta Leivinha, ao citar em seguida a fome de bola de Ademir da Guia, que pede para iniciar os jogos como titular e é contrariado ao querer permanecer em campo além dos primeiros 45 minutos. "Tenho inveja dele no bom sentido, porque também gostaria de estar lá dentro de campo com ele, o Dudu, o Edu Bala...".

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Próximo novato do master ou não, Marcos ainda terá algum tempo para decidir a respeito de seu futuro. Conforme combinado com os dirigentes do profissional, recebeu dois meses de férias antes de se reapresentar e refletir sobre qual cargo assumirá no clube. A princípio, foi dito que ele poderia tomar posse de alguma função administrativa do futebol, contudo ele próprio fez questão de frisar que prefere ficar mais próximo do gramado, talvez como membro da comissão técnica de Luiz Felipe Scolari .

Além disso, o camisa 12 ainda tem mais homenagens a receber. Além de um busto que dividirá espaço com as feições de Ademir da Guia, Waldemar Fiúme e Junqueira na Nova Arena, o clube prepara uma partida oficial de despedida contra rival ainda não definido.

Ajuda a aumentar a torcida virtual do Palmeiras

Leia tudo sobre: PalmeirasMarcos Leivinha

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG