Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Diretor da Roma promete "tomar medidas" contra Adriano

Acordo que o ex-jogador do Flamengo assinou no meio de 2010 prevê a rescisão unilateral em caso de mau comportamento

Gazeta Esportiva |

AgNews
Se recuperando de cirurgia no ombro direito, Adriano retornou com atraso para a Itália
O último atraso de Adriano para se reapresentar na Roma, após se recuperar de uma lesão no ombro no Brasil, parece ter finalmente esgotado a paciência do clube. O diretor esportivo da equipe, Giampaolo Montali, prometeu que vai tomar medidas contra o "Imperador". Na época do ano novo, o atacante já voltara à Itália depois do prazo estabelecido.

Os italianos estudam terminar imediatamente o contrato do jogador, pois o acordo que o ex-jogador do Flamengo assinou no meio de 2010 prevê a rescisão unilateral em caso de mau comportamento. Essa é a aposta da Gazzetta dello Sport.

"É impossível continuar defendendo o Adriano. Fizemos tudo que pudemos desde que ele chegou na Roma. Mesmo assim, não temos outra escolha a não ser tomar medidas contra ele para proteger os interesses do clube", explicou o dirigente ao jornal.

Adriano é apenas um dos problemas da Roma. Em sexto lugar no Campeonato Italiano, longe do quarto lugar que daria uma vaga na Liga dos Campeões da Europa, a equipe demitiu recentemente o técnico Claudio Ranieri, substituindo-o pelo ex-jogador Vincenzo Montella. Além disso, o clube perdeu o jogo de ida do torneio continental por 3 a 2, em casa, para o Shakhtar Donetsk, e está envolvido em um processo de venda.

Leia tudo sobre: adrianoitáliaromafutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG