Em derrota por 4 a 0 para o Botafogo, meia foi expulso após receber dois cartões amarelos no mesmo lance

O presidente do Vasco , Roberto Dinamite, endossou as críticas feitas pelo técnico Ricardo Gomes ao meia Diego Souza e mostrou-se bastante irritado com a atitude do meia na derrota de 4 a 0 para o Botafogo, no último domingo, no Engenhão. O dirigente disse que o técnico vascaíno tem todo direito de cobrar o jogador e julgou sua atitude na partida como lamentável.

Diego Souza foi expulso após receber dois cartões amarelos no mesmo lance. Primeiro, o jogador atropelou o lateral esquerdo Cortês, e foi punido pela falta. Irritado por ter sido advertido, o jogador partiu para cima do juiz e levou o segundo amarelo por reclamação, culminando em sua expulsão. Tanto Dinamite, como Ricardo Gomes concordaram que esse lance foi crucial para anular o poder de reação do Vasco durante o segundo tempo de jogo.

"O lance da expulsão do Diego Souza foi lamentável. É um jogador importante no time e faz falta. Não adianta ir para cima do árbitro falar alguma coisa. Ele errou nesse ponto. Claro que o Ricardo Gomes tem de cobrar isso. Acabou nos prejudicando. Com a saída ficou muito difícil qualquer reação. Todo jogador que é diferenciado, não pode se deixar levar por esse resultado adverso. Nessa hora que o craque tem que superar e ajudar o restante do grupo para tentar diminuir essa diferença", desabafou o presidente do Vasco ao 'SporTV'.

O mandatário da equipe ainda mostrou que a goleada sofrida para o rival carioca não abalou a equipe, que ainda tem o título do Campeonato Brasileiro como o principal objetivo do clube na temporada. Dinamite disse acreditar que os jogadores saberão lidar com a derrota e que isso não vai interferir no desempenho do time nas próximas partidas.

"O Vasco não pode estar pensando em vaga na Libertadores. Hoje o nome do Vasco e de cada jogador é importante e a forma de mostrar isso é a aplicação em campo. Os times jogam parecido, então tem de dar o algo mais. Queremos buscar o título. Não estamos fora da competição. A realidade do futebol só nos permite pensar em vitórias", afirmou o dirigente.

O Vasco agora terá duas partidas seguidas contra o Palmeiras, em São Januário. A primeira delas, pela Copa Sul-americana, será nesta quinta-feira, enquanto a outra, pelo Campeonato Brasileiro, será disputada no próximo domingo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.