Diretor de futebol segue no cargo no mandato do novo presidente Gilvan de Pinho Tavares

Se a torcida do Cruzeiro esperava mudanças drásticas com o fim do mandato do presidente Zezé Perrella e a péssima campanha do Brasileirão, o cenário vem se mostrando outro. Depois do anúncio da manutenção da comissão técnica comandada por Vágner Mancini , o clube mineiro revelou que o diretor de futebol Dimas Fonseca será mantido no cargo.

Leia também: Keirrison será operado e para por seis meses

O cargo de diretor de futebol é de confiança do presidente do clube. Dimas chegou ao Cruzeiro por meio de Zezé Perrella, ocupando a vaga de Eduardo Maluf, que atualmente trabalha no Atlético-MG . O cartola encontrou tempos difíceis e muita pressão da torcida ao longo de 2011.

Dimas foi tido como o grande responsável pelo desmanche do elenco cruzeirense ao longo do ano, com vendas de jogadores importantes como Thiago Ribeiro, Gil, Henrique e Dudu. Se muita gente saía, poucas peças de reposição chegavam. E, quando chegavam, não correspondiam em campo, como foi o caso dos atacantes Keirrison e Bobô.

Veja também: Perrella recomenda a venda de Montillo para equilibrar as finanças

Apesar das críticas, o presidente eleito Gilvan de Pinho Tavares, que assume em 1º de janeiro de 2012, decidiu por manter Dimas Fonseca à frente do futebol cruzeirense. Até aqui, as contratações para a próxima temporada foram tímidas. Foram anunciados os zagueiros Thiago Carvalho, que veio do Boa, Mateus, que se destacou na Portuguesa, e o lateral Gilson, que jogou o Brasileirão pelo América-MG.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente a permanência de Dimas Fonseca

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.