Elenco havia feito pacto para que a equipe conseguisse assegurar quatro pontos nas últimas duas partidas do Brasileirão

O empate com o Figueirense, neste domingo, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, foi um resultado comemorado pelos jogadores do Ceará . O meio-campista Diguinho revelou que os jogadores e a comissão técnica cearense haviam feito um pacto para que a equipe conseguisse assegurar quatro pontos nas últimas duas partidas, que foram diante de Atlético-MG e Figueirense.

Após a vitória por 3 a 0 sobre os mineiros, a equipe conquistou o empate fora de casa e alcançou a meta traçada, sendo o atual 12º colocado da competição.

Entre para a Torcida Virtual do Ceará e convide seus amigos

Para Diguinho, o empate teve até gosto de vitória: "Foi uma vitória boa. Vitória boa não, desculpa. Um empate fora de casa. Conseguimos chegar à nossa meta. Lógico que queríamos a vitória, mas teve aquele gol do Figueirense, que eu achei que houve falta no Diego", disse, alfinetando a arbitragem.

Diguinho, que não vem sendo titular da equipe, se reapresenta junto aos companheiros na tarde desta terça-feira, às 16h, para treinar sob o comando de Vágner Mancini, que autorizou a abertur dos portões da sede do clube, em Porangabuçu, para os torcedores.

A equipe terá uma semana cheia para trabalhar até o próximo compromisso, diante do América-MG, domingo, às 16h, no Estádio Presidente Vargas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.