Clube mineiro não liberou a documentação de Diego Souza até que o dinheiro fosse depositado pelo Vasco

Depois de ficar três partidas sem poder estrear pelo Vasco , Diego Souza foi inscrito e pode enfrentar o Botafogo neste domingo. O clube carioca alegava que uma burocracia impossibilitava a liberação do jogador por parte da Federação Mineira de Futebol. Mas a FMF só liberou a documentação depois que foi liberada pelo Atlético-MG .

Apesar do acordo feito entre os clubes, o Atlético-MG só liberou Diego Souza depois de receber. Foi o que garantiu o presidente Alexandre Kalil. “O Vasco mandou a parcela e liberamos o jogador”.

O Atlético-MG recebeu R$ 4,5 milhões para vender Diego Souza ao Vasco. O clube mineiro ainda detém 17% dos direitos econômicos do jogador, que foi comprado junto ao Palmeiras, no passado, por R$ 6,9 milhões. Segundo Alexandre Kalil, a venda para o Vasco não deu prejuízo ao Atlético-MG.

“A contratação de peso de ouro que o Atlético fez e recuperou o dinheiro foi o Diego Souza”.

A passagem de Diego Souza pelo Atlético-MG foi bastante apagada. Contratado com o status de melhor jogador do Campeonato Brasileiro de 2009, o meia não conseguiu render com a camisa alvinegra. Foram 35 partidas e somente cinco gols.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.