Barrado, meia vascaíno quer evitar que filme de 2010, quando perdeu prestígio no Atlético-MG, se repita

Diego Souza morde a Copa do Brasil durante a comemoração em Curitiba
Divulgação
Diego Souza morde a Copa do Brasil durante a comemoração em Curitiba
O meia Diego Souza corre contra o tempo para recuperar seu espaço no Vasco . Depois de chegar ao clube com a esperança de honrar a camisa 10 de Roberto Dinamite, o jogador, autor de gols importantes na Copa do Brasil, perdeu a posição para Bernardo e agora tenta apurar a forma física para entrar em forma.

Siga o iG Vasco no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

No treino desta manhã, em São Januário, o meia ficou sozinho no campo, dando voltas. Em 21 partidas, Diego marcou apenas quatro gols - pouco pela posição e pela responsabilidade depositada em seus ombros: Diego tem hoje o maior salário de São Januário, R$ 280 mil mensais.

Entre para a Torcida Virtual do Vasco e convide seus amigos

Para o jogo de domingo, ele poderá ter novamente chance de começar jogando. Com as ausências de Felipe e Juninho Pernambucano, o meia volta a estar nos planos do técnico Ricardo Gomes. Daí sua dedicação em recuperar a forma. Em 2010, Diego teve uma péssima passagem pelo Atlético-MG. Foi parar na reserva e perdeu prestígio com Dorival Júnior.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.