Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Diego Cavalieri diz estar pronto para estreia no Carioca

Apesar da falta de ritmo, goleiro acredita que em três jogos recupera forma. Por enquanto, ele não pensa em Seleção.

Marcello Pires, enviado iG a Mangaratiba |


Diego Cavalieri chegou às Laranjeiras com status de craque, mas nem por isso se considera titular. Ciente da importância de Ricardo Berna na conquista do Brasileirão, ele sabe que que a briga pela camisa 1 vai ser boa. Mas sadia. Sobre Seleção Brasileira, o ex-goleiro de Palmeiras e Liverpool prefere não pensar por enquanto. No momento, seu único objetivo é se adaptar aos novos companheiros e conquistar seu espaço no clube.

“Todo jogador sonha com a Seleção, mas ainda não é hora de pensar nisso. Estou voltando para o Brasil após dois anos e meio e preciso me readaptar. Estou muito feliz com essa oportunidade que o Fluminense está me dando, por isso quero primeiro me firmar aqui para depois pensar em ser convocado”, disse.

A oito dias da estreia do Campeonato Carioca, contra o Bangu, no Engenhão, o novo goleiro do Fluminense se considera preparado para jogar apesar da falta de ritmo de jogo.

“É difícil para um goleiro ficar muito tempo sem jogar. A falta de ritmo realmente atrapalha. No treino é uma coisa, mas na hora do jogo é muito diferente. O tempo de bola é outro, o reflexo não é o mesmo. Mas os treinos têm sido fortes e eu estou pronto”, explicou o goleiro.

Considerado um dos principais goleiros do país quando trocou o Palmeiras pelo Liverpool, em 2008, Diego Cavalieri não se arrepende da mudança. Porém, ele reconhece que sua experiência na Europa não foi como ele planejava. Em dois anos de Liverpool e pouco mais de cinco meses de Cesena, ele entrou em campo apenas dez vezes.

“Infelizmente as coisas não aconteceram como eu esperava. No Liverpool tinha o Reina, reserva do Casillas e excelente goleiro, e no Cesena tive a promessa do treinador que jogaria, mas acabei sendo titular em apenas uma partida. Mas isso faz parte do passado e acredito que em dois oi três jogos eu já estarei no ritmo ideal e no melhor da minha forma”, afirmou.

 

Leia tudo sobre: FluminenseCavalieri

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG