Para enfrentar a Escócia, meia ficará fora de dois jogos, incluindo o clássico contra o Corinthians

A dois dias de se apresentar pela primeira vez para a seleção brasileira, o meia Lucas , do São Paulo , confessa estar ansioso. Mas, mesmo sendo sua estreia pela seleção principal , o jogador diz que não pensa apenas em fazer parte do grupo. Ele acredita ter plenas condições de disputar uma vaga e até ser titular no amistoso contra a Escócia.

“Todo jogador quer jogar e eu não sou diferente. Se for pra lá com o pensamento de que não vou entrar não adianta nada. Quero mostrar o meu talento, que tenho capacidade de jogar. Se fosse para ficar no banco preferia ficar aqui no São Paulo e jogar”, afirmou na tarde desta segunda-feira.

Por conta da partida a ser disputada no próximo domingo em Londres, Lucas desfalcará o São Paulo nesta quarta-feira, diante do Paulista, em Jundiaí, e no clássico de domingo, contra o Corinthians. Ele lamentou ficar fora dessas partidas, mas acredita que o técnico Paulo César Carpegiani encontrará um substituto à sua altura.

“É ruim ficar de fora, ainda mais do clássico, mas equipe tem muita qualidade. Tem jogadores no elenco que podem suprir a minha ausência e com certeza quem entrar vai desempenhar um bom papel”, disse.

Apesar de acreditar na possibilidade de ser titular com o técnico Mano Menezes, Lucas diz que entenderia ficar no banco, mas faz questão de frisar que espera mais que isso. “Frustrado não. É um sonho estar na seleção brasileira, mas vou para jogar. Nenhum jogador pode se satisfazer com o banco, mesmo na seleção”, disse.

Esse não será o primeiro contato de Lucas com Mano. Quando defendeu a seleção sub 20 no começo do ano, o jogador assistiu, junto aos companheiros, a uma palestra do treinador da seleção principal. Na ocasião, porém, não aconteceu nenhuma conversa individual, o que o meia espera que aconteça dessa vez.

Mesmo sendo um iniciante na equipe nacional, o camisa 7 são-paulino já fala até no sonho de disputar a Copa de 2014. “Me imagino sim na seleção [na Copa de 2014]. É um sonho e vou correr atrás disso. Vou fazer de tudo pra ficar no grupo. Vai depender do momento, quem estiver melhor, independente da idade, vai fazer parte do grupo”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.