Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Desfalcado, Santos inicia defesa do título com 4 a 1 no Linense

Maikon Leite, que em junho deve se transferir para o Palmeiras, foi o grande destaque do Santos no jogo

Gazeta |

nullMesmo desfalcado de jogadores importantes, o Santos iniciou com o pé-direito a defesa do título paulista ao vencer por 4 a 1 o Linense neste sábado, no Estádio Gilberto Siqueira Lopes. Maikon Leite marcou duas vezes para o Peixe. Zé Eduardo e Keirrison completaram o placar. Fausto descontou para os donos da casa.

Na próxima rodada, o Santos enfrenta o Mirassol, na quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Pacaembu, já que a Vila Belmiro está tendo o seu gramado reformado. Já o Noroeste visita o Santo André, também na quarta, às 19h30, no Estádio Bruno José Daniel.

O jogo

O Santos começou o jogo pressionando o Linense e quase abriu o placar logo nos primeiros minutos. Aos três, após jogada ensaiada de escanteio, Róbson cruzou para a área e Durval tocou na bola de cabeça para defesa de Paulo Musse.

Melhores em campo, os santistas não demoraram muito mais para abrir o placar. Aos oito minutos, Zé Eduardo recebeu bom passe pela esquerda e, já dentro da grande área, cruzou na medida para Maikon Leite cabecear e abrir o placar.

Os donos da casa pouco criavam e só assustaram com Rodrigo Guarú, aos 15. O meia bateu escanteio fechado e quase surpreendeu Rafael, que teve de espalmar a bola para afastar o perigo.

Com a falta de poder de ataque do Elefante da Noroeste, o Alvinegro Praiano controlava a partida e, em um contra-ataque, chegou ao seu segundo gol. Aos 33, Zé Eduardo fez boa jogada individual e bateu na saída de Paulo Musse, que ainda desviou a bola, porém não conseguiu evitar que ela entrasse lentamente no gol: 2 a 0.

O Santos quase chegou ao terceiro na sequência. Aos 35, o volante Rodrigo Possebon arriscou um chute de fora da área, que desviou na zaga do Linense e ainda bateu na trave antes de sair pela linha de fundo, em escanteio.

Mas, apesar de Possebon não ter deixado a sua marca, o Peixe ainda encontrou tempo para balançar as redes adversárias mais uma vez. Aos 41, Keirrison cobrou pênalti sofrido por ele mesmo, com força, no lado direito, sem chances para Paulo Musse.

Na volta para o segundo tempo, os donos da casa tiveram uma grande chance para reduzir a desvantagem no placar. Aos cinco minutos, o árbitro marcou pênalti de Keirrison em Fausto. Na cobrança, o próprio Fausto bateu a meia altura para boa defesa de Rafael.

Três minutos depois, o Linense voltou a assustar o goleiro santista. Rodrigo Guarú levantou bola para a área e Fausto completou de perna esquerda, só que a bola bateu na trave esquerda de Rafael.

nullIncomodado com as constantes investidas do Linense no ataque, o técnico Adilson Batista resolveu fechar o meio-campo santista. Por isso, aos 16, o treinador sacou o meia-atacante Zé Eduardo para a entrada de Rodriguinho, que passou a formar um trio de volantes com Adriano e Possebon.

Com o reposicionamento tático adotado por Adilson, o Santos voltou a marcar. Aos 21, Maikon Leite ganhou na velocidade da zaga rival e, de perna direita, emendou para anotar o seu segundo gol na partida, o quarto tento do Santos.

A enorme desvantagem fez o técnico Vilson Taddei lançar mão das suas duas últimas substituições - no intervalo André Luiz havia entrado na vaga de André Blinha. Aos 23, Eric saiu para a entrada de Marcus Vinícius e Tarracha, para a de Éder. Adilson Batista também faria mais duas alterações do lado santista, com o jovem Felipe Anderson substituindo Róbson e o zagueiro Bruno Rodrigo entrando na vaga de Rodrigo Possebon.

No final do jogo, o Linense ainda teve forças para descontar. Aos 43, Fausto girou sobre Bruno Rodrigo e finalizou de perna esquerda, sem chances para Rafael, que ainda desviou a bola, mas não o suficiente para evitar o único tento dos donos da casa.

FICHA TÉCNICA
LINENSE 1 X 4 SANTOS

Local: Estádio Gilberto Siqueira Lopes, em Lins (SP)
Data: 15 de janeiro de 2011, sábado
Horário: 19h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Braghetto
Assistentes: Mário Nogueira da Cruz e Carlos Augusto Nogueira Júnior
Cartões amarelos: André Turatto (Linense); Róbson, Durval, Pará e Felipe Anderson (Santos)

Gols:
LINENSE: Fausto, aos 43 minutos do segundo tempo
SANTOS: Maikon Leite, aos 8 minutos do primeiro tempo e aos 21 do segundo tempo; Zé Eduardo, aos 33 e Keirrison, de pênalti, aos 41 minutos do primeiro tempo

LINENSE: Paulo Musse; Eric (Marcus Vinícius), Samuel, André Turatto e Tarracha (Éder); André Bilinha (André Luiz), Vagner, Gilsinho e Rodrigo Guarú; Fausto e Pedrão
Técnico: Vilson Tadei

SANTOS: Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Adriano, Rodrigo Possebon (Bruno Rodrigo) e Róbson (Felipe Anderson); Maikon Leite, Zé Eduardo (Rodriguinho) e Keirrison
Técnico: Adilson Batista

Leia tudo sobre: SantosLinenseCampeonato Paulista

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG