Clube austríaco precisava apenas de um empate sem gols, mas foi derrotado em casa pelo time bielorusso

Na tarde desta quarta-feira, o Sturm Graz recebeu o BATE Borisov, da Bielorússia, no Estádio Graz Liebenau, na Áustria. A equipe havia conseguido um empate fora de casa por 1 a 1, mas decepcionou diante de sua torcida e perdeu por 2 a 0, sendo eliminado na fase preliminar da Liga dos Campeões 2011/2012.

Antes do duelo, durante as entrevistas coletivas, os jogadores do time austríaco estavam motivados e prometiam garantir a classificação para a fase de grupos do torneio continental, muito em função da ausência de Kienast. O atacante era um dos principais jogadores do time, mas, machucado, teve de acompanhar a partida como torcedor.

Mesmo com a vantagem do empate sem gols, os atletas queriam vencer para dedicar o triunfo ao contundido Roman Kienast. Mario Haas foi um deles. "Vamos tentar ganhar o jogo. Vamos nos reunir e jogar pelo Kienast".

O lesionado atacante falou sobre sua ausência, mas preferiu minimizar o prejuízo que poderia causar ao time e ressaltar a qualidade que vê no elenco. "Temos Samir Muratovic, Mario Haas e Darko Bodul. Serei bem substituído. Eles têm totais condições de fazer um ótimo jogo".

Porém, a confiança que fazia parte das palavras de todo o grupo antes do confronto não foi suficiente para fazer com que a vaga ficasse na Áustria.

Com um gol de Volodko, aos 36 minutos da primeira etapa, e outro de Simic, aos 29 do segundo tempo, o BATE surpreendeu e silenciou a torcida da casa, que lotou o estádio, classificando-se para a fase de grupos da Copa dos Campeões desta temporada.

Por outro lado, na República Tcheca, não houve surpresas. O Viktoria, que havia garantido um excelente resultado no jogo de ida, fora, contra o dinamarquês Copenhagen, por 3 a 1, saiu atrás no placar, mas venceu novamente, agora por 2 a 1, e é mais um clube que garante vaga no maior torneio continental da Europa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.