Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Descontração e castigos dos treinos com Leão quebram rotina no CT

Apesar das exigências do técnico, as principais marcas das atividades são as risadas e brincadeiras

Mário André Monteiro, iG São Paulo |

Vipcomm
Sorrisos, descontração, clima bom... essa é a marca dos treinamentos de Leão no São Paulo

Sem vencer há oito partidas no Brasileirão , o São Paulo vive uma situação delicada na tabela de classificação, com oito pontos de desvantagem em relação ao líder Corinthians e o vice-líder Vasco . Com a chegada de Emerson Leão , a esperança é que o time saia da fase ruim e volte a triunfar no torneio. Um passo importante para isso acontecer está sendo dado nos treinamentos comandados pelo técnico: o clima de descontração voltou.

Siga o iG São Paulo no Twitter

O elenco são-paulino é unânime ao afirmar que os trabalhos com Leão estão sendo bastante positivos, supreendendo a quem esperava um treinador carrancudo e mal-humorado. "Chegou o professor Leão que é mais rígido, cobra mais, mas tem mais descontração. Os treinos têm sido intensos, mas precisamos disso para buscar os três pontos", disse o zagueiro João Filipe , que comparou o atual comandante com o antecessor Adilson Batista.

"Os dois são bem diferentes. O Adilson me ajudou, agradeço muito a ele, mas já passou. O Leão cobra mais, conversa, faz mais coisas para descontrair no treino. O Leão já está há bastante tempo nesse ramo, passou por grandes equipes. Ele chegou num momento em que o time não está legal", comentou o defensor.

null

Nas atividades no CT da Barra Funda, o treinador mistura bom humor com "castigos". As cobranças existem, mas sempre com risadas e brincadeiras. Leão faz questão de juntar o grupo de jogadores e trabalhar com a personalidade deles. "Às vezes eu faço um tímido pagar mais, faço ele errar. Às vezes eu conduzo para o erro para que ele se torne mais notável no grupo. E às vezes é automático, os inteligentes pagam menos", disse o treinador.

> Zagueiro João Filipe se sente ameaçado pelo presidente Juvenal Juvêncio
> Lateral Iván Piris pede simplicidade para que o São Paulo volte a marcar gols

O "castigo" nos seus atletas é simples. Quem errar um chute ou um passe, paga com dez polichinelos. "É divertido. Quem erra sempre paga. Todos esses treinos servem para melhorar", disse o lateral direito paraguaio Iván Piris , deixando claro que erra pouco nos treinamentos. "Eu paguei uma vez só", avisou.

Só falta agora a vitória. Leão já fez duas partidas à frente do São Paulo neste seu retorno, com uma derrota (2 a 0 para o Libertad) e um empate (0 a 0 com o Vasco). A chance de conquistar o primeiro triunfo será neste sábado, às 19h (de Brasília), contra o Bahia, em Salvador. A partida será válida pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e deixe o clube em 1º lugar

 

Leia tudo sobre: São PauloBrasileirão 2011Emerson Leão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG