Dirigentes uruguaios temem ficar fora da negociação de venda do atleta para outra agremiação

Martinuccio foi o grande destaque do Peñarol na Copa Libertadores. Time uruguaio chegou à final
Samir Carvalho
Martinuccio foi o grande destaque do Peñarol na Copa Libertadores. Time uruguaio chegou à final
O futuro do argentino Alejandro Martinuccio segue proporcionando polêmicas. O Peñarol, do Uruguai, começa a suspeitar que o grupo que detém os direitos do atleta quer uma negociação com outra equipe sem a sua participação.

Nos últimos dias, a diretoria do Peñarol encontra dificuldades para entrar em contato com o jogador, um dos destaques da Copa Libertadores da América. Na semana passada, o atleta foi liberado para viajar até a Argentina e não deu mais notícias.

O Peñarol detém um contrato de empréstimo com Martinuccio até o mês de agosto. A ideia dos uruguaios é adquirir o atacante em definitivo e repassá-lo a uma agremiação do exterior - o Catania, da Itália, seria o favorito a pagar cerca de 4 milhões de euros (cerca de R$ 9 milhões).

No Brasil, o Palmeiras é o principal interessado em contratar Martinuccio. O time paulista recebeu a ajuda do ex-atacante Luizão como intermediário e iniciou a negociação apenas com os donos dos direitos do atacante.

O Palmeiras reconhece que ainda tem esperanças em trazer Martinuccio. Nesta semana, estão previstas novas reuniões da diretoria do clube sobre o assunto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.