Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Derrota revela crise técnica no Atlético-PR

Jogadores e técnico declaram, em Ponta Grossa, que time precisa depurar problemas e passar por reflexão

Altair Santos, iG Curitiba |

A derrota por 1 x 0 para o Operário, na noite desta quarta-feira, abriu uma fenda para a crise penetrar no Atlético Paranaense. As declarações no vestiário do estádio Germano Kruger foram neste sentido. Primeiro, foi o atacante Lucas a demonstrar que as peças não estão se encaixando no clube. “Agora é um momento de reflexão, por que a situação não está boa. Temos que ser realista, a equipe do Operário não é tecnicamente forte, mas teve mais determinação”, comentou.

Outra análise que deu a entender que o Atlético vai precisar lavar a roupa suja em casa veio do técnico Sérgio Soares. “Vamos conversar amanhã internamente para depurarmos os problemas. Quanto a hoje, faltou nos impor em campo. Era uma decisão, pois pretendíamos chegar à liderança, mas faltou mais empenho. Porém, é preciso reconhecer méritos no adversário”, disse.

Por fim, o meio-campista Paulo Baier afirmou que faltou ao time jogar com mais inteligência para suprir a parte física, que, segundo ele, ainda não é a ideal. “Caímos na correria deles. Precisamos ter mais organização nestas horas, mas isto, tenho certeza, vai ser corrigido. O campeonato é longo”, amenizou.

Se do lado do Atlético o clima era de tensão, no Operário a vitória foi comemorada como uma decisão. “O Operário está de parabéns. Jogamos com muita raça. Se conseguirmos manter esse ritmo temos condições de almejar algo no campeonato”, disse o lateral-direito Lisa, o melhor em campo, e que no ano passado foi dispensado pelo Atlético.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG