Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Depois dos incidentes no Dérbi, Ponte cobra multa do Guarani

Reclama de danos causados pela torcida rival no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas

Gazeta |

Os desdobramentos da confusão do último clássico entre Ponte Preta e Guarani, disputado no Moisés Lucarelli, em Campinas, no dia 16 de julho, não acabaram. A Ponte cobra uma multa de R$ 60 mil do rival pelos danos causados pela torcida alviverde no estádio.

De acordo com o clube, o prejuízo foi grande devido a destruição de banheiros, catracas que controlam a entrada do torcedor, portão de acesso do visitante, além de documentos da sala de arquivo morto da Ponte.

O presidente do Guarani se revoltou ao saber do valor que o adversário está cobrando. "Não sei que tanta coisa tinha ali que poderia valer tanto e a torcida (do Guarani) tenha estragado".

Toda a confusão começou após o locutor do Moisés Lucarelli, que foi demitido após o ocorrido, e o mascote da Ponte Preta, dentro do gramado, provocaram os torcedores visitantes, que responderam atirando rojões alvejando o gramado e os banheiros do setor que lhes foi cedido.

O resultado destes incidentes foi ruim para ambos os clubes. Os times tiveram de pagar uma multa de R$ 15 mil, além de perderem 5 mandos de campo cada um. O próximo confronto entre as duas equipes acontece no dia 15 de outubro, no Brinco de Ouro da Princesa, com mando bugrino.

Leia tudo sobre: sére b 2011ponte pretaguarani

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG