Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Depois do rebaixamento, Vitória já pensa na temporada 2011

O presidente do clube disse que pretende organizar um time forte para o estadual, já de olho no Brasileiro da Série B

Gazeta Esportiva |

Após o empate com o Atlético Goianiense e o rebaixamento para a Série B do Brasileirão, o Vitória já começa planejamento para o Campeonato Baiano e para o nacional da segunda divisão, no próximo ano. Nesta segunda-feira, foi realizada uma reunião da cúpula no clube baiano. O encontro com o presidente Alexi Portela serviu para definir as diretrizes do clube em 2011.

Em entrevista coletiva, o presidente do clube disse que pretende organizar um time forte para o estadual, já de olho no Brasileiro da Série B. Além disso, confirmou a contratação de um gerente de futebol e que vai conversar com Antônio Lopes a fim de mantê-lo no clube, mas talvez em outra função.

Portela reconheceu o apoio da torcida, apesar da campanha ruim neste ano. "A torcida foi impecável e nós não correspondemos dentro de campo. Agora, como nunca, vamos precisar do apoio da torcida", declarou.

Alexi disse ainda, que dará preferência para a contratação de um técnico para evitar os mesmos equívocos na próxima temporada. "Algumas contratações não corresponderam. Vocês reparam que trouxemos Júnior para teste e aprovou. Já Thiago Humberto, que fez um bom campeonato em 2009 (no Grêmio Barueri) não foi bem. O time não encaixou como nos outros anos", desabafou o dirigente.

Para tentar esquecer o mau momento na reta final de 2010, o Vitória busca o pentacampeonato baiano em 2011. O torneio será disputado entre os dias 15 de janeiro e 15 de maio de 2011, por 12 equipes, que disputam jogos em turno único, através de quatro fases. O Vitória estreia contra o Colo Colo de Ilhéus, no dia 16 de janeiro, às 16 horas, no Estádio Manoel Barradas.


Jogadores em recuperação

As recuperações do lateral Eduardo e do zagueiro Reniê animam o Departamento Médico do Vitória. Eduardo, que teve o tornozelo esquerdo operado, após contusão no jogo contra o São Paulo, já pisa no chão, embora ainda precise do auxílio de muletas para andar.

Todos os dias, o lateral é submetido ao tratamento fisioterápico no centro de treinamento. De acordo com o fisioterapeuta do clube, Clício Alves, o jogador deve ser liberado para atuar normalmente em até seis meses.

O quadro de Reniê também é animador. A recuperação da cirurgia no púbis já está em fase avançada e, de acordo com o Departamento Médico, o jogador deve ser liberado para atividades físicas já no início das atividades do grupo, em janeiro de 2011.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirosérie bvitória

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG