Julio Cesar e Victor tiveram que pagar flexões e polichinelos ao não pegarem pênaltis. Pela manhã, Lúcio cobrou seriedade

Depois do mal estar, a descontração. Se na hora do almoço o zagueiro Lúcio pediu seriedade para jogar na seleção brasileira, depois do treino da tarde alguns jogadores se divertiram apostando flexões e polichinelos em cobranças de pênalti. O confronto entre os de linha e os goleiros gerou piadinhas, palavrões, rivalidade, tudo em tom de brincadeira - o zagueiro não participou e voltou antes para seu quarto.

“De você eu não tomo mais um gol”, berrava o goleiro Julio Cesar para Elano, que o provocara mais uma vez ao conseguir marcar de pênalti. A disputa era a seguinte: cinco atletas batiam dois pênaltis cada, totalizando dez. Os arqueiros deveriam defender ao menos quatro para vencer. O grupo que perdesse teria que pagar dez flexões e dez polichinelos.

“Isso é paradinha, Daniel”, reclamou Julio Cesar depois de levar gol do lateral-direito. “Paradinha é isso aqui”, devolveu o jogador do Barcelona, cruzando os braços e parando como uma estátua. “Paradinhos estão vocês aí no meio do gol”, brincou Elano, falando aos goleiros.

Nas duas séries de dez, os goleiros perderam. Mas uma delas foi por um gol apenas e terminou com gol de Neymar, que não deu a cavadinha que costuma dar. “Cavadinha, aqui não”, pediu Victor. O chute foi forte , no canto superior direito, sem defesa.

Quando Elias quis participar da brincadeira, foi alvo de piadas dos companheiros. “O Elias é café com leite”, disse Fred. Tudo porque o meia perdeu seis cobranças seguidas em brincadeira semelhante dias atrás. “Mas vamos deixar ele fechar a série e decidir para a gente”, disse Fred.

Um pouco atrás, Mano Menezes acompanhava a brincadeira com expressão séria. Talvez já analisasse os jogadores que vai escolher caso o Brasil passe de fase na Copa América e nos mata-matas tenhas algumas decisão por pênaltis. Para descansar os jogadores, que antes tinham participado de um coletivo, o técnico pediu para que encerrassem a brincadeira e voltassem para os quartos. Julio Cesar deixou o campo “arrasado” pelas derrotas e prometeu revanche.

Neymar brinca com Julio Cesar enquanto goleiro paga o mico ao perder disputa de pênaltis
Mowa Press
Neymar brinca com Julio Cesar enquanto goleiro paga o mico ao perder disputa de pênaltis

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.