Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Dentinho esquece das lesões de 2010 e projeta grande temporada

Atacante voltou aos treinos na quarta-feira e se escalou para a estreia do Paulistão no domingo

Bruno Winckler, iG São Paulo |

“Direita, esquerda, direita, quadril e esquerda. Chega, né?” É assim, com bom humor e um pedido por um 2011 longe das lesões que o atacante Dentinho do Corinthians relembra o segundo semestre difícil que teve em 2010 e da série de contusões nas coxas e no quadril que o fizeram participar de apenas 17 dos 38 jogos do Corinthians no Brasileirão. Neste ano, inteiro e sem dores, o jogador espera conseguir ser mais decisivo para o time, assim como foi nos primeiros meses de 2010.

“Esse é o ano do Dentinho. Espero não me machucar e poder ajudar a equipe da forma como vinha ajudando antes das minhas contusões. Voltei a treinar, não estou sentindo nada”, disse Dentinho na quarta-feira. "Estou pronto para jogar contra a Portuguesa no domingo (na estreia do Campeonato Paulista)".

Os primeiros meses de 2010 foram muito bons para Dentinho. Apesar de ter começado no banco de reservas – Iarley era o titular – o jogador mostrou nos jogos que teve oportunidade de entrar que poderia desbancar o veterano. Marcou gols importantes e engatou uma sequência cinco gols em cinco jogos, um deles evitando uma derrota para o Independiente de Medellin, fora de casa, pela Libertadores.

“Eu tenho esse pensamento de iniciar esse ano como o ano passado, com gols e ajudando meus companheiros”, diz o atacante.

Um susto durante a pré-temporada em Itu, na semana passada, quase comprometeu o início de ano de Dentinho. Numa disputa de bola ele sofreu uma pancada no quadril, mesma região que o havia tirado de combate em alguns jogos do Brasileiro. O atacante foi afastado dos treinamentos com bola e ficou uma semana em tratamento físico. Voltou às atividades de campo na última quarta-feira e fez questão de minimizar o episódio.

“Foi mais por precaução mesmo. Como tinha machucado aqui (aponta o quadril) no ano passado o pessoal achou melhor me deixar fazendo tratamento físico. Mas estou 100% agora e já voltei a treinar. Foi só precaução mesmo”, disse, que marcou apenas dois gols no Brasileiro do ano passado.

Dentinho disputou 11 das 13 primeiras partidas do Corinthians no Brasileirão de 2010. No duelo contra o Flamengo, dia 8 de agosto, no Pacaembu, sentiu uma lesão na coxa direita que o afastou de quase metade do torneio. Durante o tratamento, enfrentou dores também na coxa esquerda e no quadril. Retornou ao time na partida contra o Atlético-MG, dois meses depois, dia 6 de outubro e com 10 minutos do primeiro tempo sentiu a coxa esquerda.

Foram mais cinco jogos fora do time até seu retorno definitivo, dia 3 de novembro, contra o Avaí no Pacaembu. Totalmente recuperado, o atacante foi enfim definitivo na reta final do Brasileiro. Sofreu um pênalti no duelo contra os catarinenses e no jogo seguinte, já como titular, marcou um dos gols do clássico contra o São Paulo.

Nas quatro partidas seguintes, Dentinho ficou de fora de uma, contra o Vitória, por suspensão. Foi titular contra Cruzeiro, Vasco e Goiás, na última rodada, quando marcou o gol do empate por 1 a 1.

Leia tudo sobre: corinthiansfuteboldentinho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG