Diretor de futebol do clube, Adalberto Batista, confirmou a saída do treinador após a derrota para o Atlético-GO

Adilson Batista foi demitido pelo São Paulo após a derrota para o Atlético-GO
AE
Adilson Batista foi demitido pelo São Paulo após a derrota para o Atlético-GO

Temos dois jogos em casa e precisamos do apoio da torcida. O trabalho de Adilson se encerra hoje”,
diz dirigente são-paulino

Adilson Batista não é mais técnico do São Paulo . O clube anunciou a demissão após a derrota para o Atlético-GO , por 3 a 0, neste domingo . Com o resultado, o São Paulo acumulou um mês sem vitórias no Campeonato Brasileiro.

"Temos dois jogos em casa e precisamos do apoio da torcida. O trabalho de Adilson Batista se encerra no dia de hoje (domingo)", afirmou o diretor de futebol do São Paulo, Adalberto Batista.

O dirigente informou que o auxiliar-técnico do time vai assumir o cargo de treinador de forma interina. "Nesta segunda vou me reunir com o presidente Juvenal Juvêncio e vamos ver o que será o melhor para o São Paulo", disse Adalberto, que não confirmou se o clube contratará outro técnico até o final do Brasileiro.

VEJA TAMBÉM: Derrota para Atlético-GO decretou demissão

Após a demissão, Adilson Batista fez um pronunciamento. “Futebol é resultado. Eu peguei o time em segundo e hoje estou entregando em sexto. Peço desculpas à torcida. Entendo a chateação e a revolta. Espero que o clube tenha tranquilidade agora”, afirmou. O técnico agradeção também à diretoria do São Paulo e disse que trabalhar no clube foi como estar na seleção brasileira.

Torcedor do São Paulo exibe camiseta pedindo a saída do técnico Adilson Batista
AE
Torcedor do São Paulo exibe camiseta pedindo a saída do técnico Adilson Batista
Adilson foi apresentado como técnico do São Paulo no dia 18 de julho. A estreia foi justamente contra o Atlético-GO, num empate de 2 a 2 no Morumbi. Na primeira partida, o técnico já foi criticado por torcedores.

CAMPEONATO BRASILEIRO: São Paulo caiu para sexto na classificação

Ultimamente as críticas se acentuaram e o treinador passou a ser vaiado nos jogos do time no Morumbi. Apesar do desprezo do torcedor, Adilson era elogiado pelos jogadores. “Ele é um técnico muito trabalhador. Acreditamos muito no trabalho dele”, disse Denilson na saída do gramado do Serra Dourada, após a derrota para o Atlético-GO. “Como de costume a culpa cai sempre no treinador, o que é errado”, defendeu Luís Fabiano, antes do anúncio da demissão.

Com Adilson, o São Paulo venceu sete jogos, empatou nove e perdeu seis. Quando ele assumiu, o time estava na segunda colocação do Campeonato Brasileiro. Hoje, ocupa a sexta posição.

Na próxima quarta-feira, o São Paulo jogará contra o Libertad no Morumbi, pela Copa Sul-Americana. No próximo domingo, também em casa, o time enfrenta o Coritiba, pelo Brasileiro.

Veja os gols da derrota do São Paulo para o Atlético-GO:
null

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.