Jovem foi baleada no carro do jogador. Caso ele não aparece, será intimado

A perícia encontrou a bala no carro do jogador
Agência O Globo
A perícia encontrou a bala no carro do jogador
A Polícia Civil do Rio de Janeiro aguarda o depoimento de Adriano , do Corinthians, que se envolveu num incidente na madrugada deste sábado no Rio de Janeiro . Uma jovem de 20 anos, Adriene Cyrilo Pinto, foi baleada no carro do jogador. Segundo ela, o atacante teria feito o disparo, que atingiu a sua mão esquerda. A versão que foi negada por três testemunhas .

“Se o Adriano não se apresentar, vamos entrar com uma intimação para ele depor. Ainda é cedo para apontar o autor do disparo. Vamos realizar o exame da bala com ele”, afirmou o delegado Carlos César Santos, da 16ª delegacia de polícia do Rio de Janeiro, que investiga o caso.

A polícia espera que Adriano se apresente ainda neste sábado. O segurança do atacante do Corinthians, Julio César Barros de Oliveira, afirmou que ele está em sua casa, na zona sul do Rio de Janeiro.

VEJA TAMBÉM: Testemunhas dizem que Adriano não foi o autor do disparo

O funcionário do jogador e outras três mulheres que estavam no veículo foram ouvidos. Em depoimento à Polícia Militar, Adriene Cyrilo Pinto disse que o disparo foi efetuado pelo jogador. A versão foi negada pelas testemunhas, que relataram que ela estava com a arma na mão no momento do incidente.

Adriene Cyrilo Pinto está internada no Hospital Barra D’Or e será submetida a uma cirurgia na mão ainda neste sábado. Ele teve fratura exposta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.